POLÍTICA & POLÍTICOS

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

Cerca de 60% da rede distribuidora de água potável em Schroeder apresenta vazamentos. O registro é da vereadora Marina Fernandes (PSD) com base em informações da empresa contratada pela Prefeitura para verificação e conserto em toda a extensão da tubulação. Que, a exemplo de redes em municípios vizinhos, é antiga e obsoleta. Não é diferente em Jaraguá do Sul, que ainda tem 17 quilômetros de rede construída com tubos de amianto (o mesmo material usado como telhas e caixas d’água) cuja fabricação foi proibida em Santa Catarina por ser considerado produto cancerígeno. Usadas em larga escala durante décadas, se rompem com frequência. O Samae investe atualmente R$ 8 milhões na substituição dos primeiros 8,4 quilômetros. O índice atual de desperdício é de 34%.

Reação 1 - “Um governo sério, honesto e transparente como o nosso nunca houve em Jaraguá do Sul. A oposição de plantão que continue vendo o trem passar”. O discurso é do prefeito Antídio Lunelli (MDB), dizendo que quem critica sua gestão anda na contramão. E que o acordo para a presidência da Câmara, firmado quando assumiu o governo em 2017, não coloca no cargo em 2020 um vereador de oposição (Dico Moser/PSDB). “Aqui não há oposição, o que existe é uma equipe de trabalho”, respondeu Lunelli, em entrevista ao repórter Sérgio Luiz. No segundo semestre assume Celestino Klinkoski (PP). Em 2016 o PSDB apoiou Jair Pedri (PSD).

Reação 2 - Quanto a pretensão do ex-secretário da Educação, Rogério Jung (MDB) de presidir a Câmara de Vereadores em 2020, o prefeito Lunelli afirmou que isso nunca foi cogitado no acordo feito há três anos. E que espera dele o apoio para eleger Moser. O prefeito negou a volta da secretária Natália Petry (MDB) para a Câmara como garantia de voto ao tucano. Jung, pelo que se sabe, não apoiará o tucano, também rejeitado pelo próprio colega de partido, Ademar Winter, que já presidiu o Legislativo. Na teoria, são três votos do PP, dois do PMDB, um do PTB e um do PSDB a favor de Moser. Contra um do MDB, um do PSDB e dois do PSD.

Quem tem... A grande indignação popular- e essa é a arma do eleitor contra políticos desavergonhados que pululam nas casas legislativas do país- fez a maioria dos senadores recuar na proposta de gastar R$ 2,8 bilhões com as eleições municipais já em 2020. A conta vai ficar em R$ 2 bilhões, “por consenso”. O governo propôs R$ 1,8 bilhão.

Economia?- Isso mostra que a unificação das eleições não representa economia (de dinheiro público) nenhuma. Some-se os custos das eleições municipais, estaduais e federais e se verá os bilhões moídos pelos candidatos e partidos. A única “vantagem” das eleições unificadas é que o eleitor não corre o risco de eleger uma penca de malandros a cada dois anos.

É isso- O país político com mandatos no Congresso Nacional, assembleias legislativas e câmaras de vereadores está com um pé nas férias. Até fevereiro e que eles chamam de recesso. Ao pé da letra, é um verdadeiro recesso. Porém, com tudo pago, tostão por tostão. E direito a reembolso, até mesmo de jantares e brindes para amigos. Isso é a “esbórnia Brasil!”.

Mais um- Ex-prefeito e ex-deputado líder na Assembleia Legislativa dos governos de Luiz Henrique da Silveira (MDB) e Pinho Moreira (MDB/com a renúncia de LHS para se candidatar ao Senado) e Raimundo Colombo (PSD), Elizeu Matos (MDB) foi condenado a 31 anos por corrupção e fraude em licitação no sistema de abastecimento de água de Lages. E só não está na cadeia porque o ministro Gilmar Mendes, do STF, concedeu habeas corpus.

Toma lá, dá cá- Massacrado nas urnas em 2018 e com nomes do partido condenados por corrupção, incluindo Romildo Titon, com sete mandatos de deputado (ver coluna de 17/12) o MDB vai colando no governador Carlos Moises (PSL). Que precisa do apoio deles na Assembleia para aprovar projetos de impacto. Em contrapartida, atendimento personalizado a pedidos da bancada. E apoio irrestrito a possível campanha à reeleição de Moisés em 2022.

 

Notas

Partidos buscam mulheres para se lançarem em campanha - Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos têm feito uma corrida interna para ampliar o número de mulheres dispostas a se lançar em campanha. Como a nova regra obriga a partir deste ano que cada legenda tenha, de forma independente, ao menos 30% de nomes femininos nas urnas, partidos que não alcançarem esse percentual vão ter de barrar homens na eleição. Se a cota feminina não for alcançada, a lista de homens terá de ser reduzida na mesma medida e a chapa será então proporcional. Em eleições anteriores, quando a cota do gênero já estava valendo, mas o veto às coligações ainda não, os partidos se coligavam e valia a média de candidaturas femininas do bloco. Na prática, uma legenda podia salvar a outra. Agora é cada uma por si. E além de estabelecer uma percentagem mínima de candidaturas de mulheres, as regras eleitorais determinam que os partidos destinem ao menos 30% de sua verba do Fundo Eleitoral para as campanhas femininas. A corrida por mulheres candidatas está acontecendo em todos os partidos.

Escola de gastronomia organiza duas oficinas - O Chef Gourmet, escola de gastronomia sediada em Jaraguá do Sul, está organizando duas oficinas para capacitação de interessados no universo gastronômico. No dia 22, o chef e professor Gabriel Leoni fala sobre melhores cortes de legumes e verduras para várias preparações e também como congelá-los. Já nos dias 28 e 29, é a vez de a chef Dominique Conceição ensinar aos participantes os segredos da preparação de ovos de Páscoa. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (47) 9 9115-8506 e 3055-0679. Para saber mais, basta acessar www.escolachefgourmet.com.br ou seguir as redes sociais da marca.

Secretaria de Saúde promove audiência pública - Os resultados do último quadrimestre serão apresentados à população pela Secretaria de Saúde de Massaranduba na segunda-feira (24), a partir das 9h30min, na Câmara de Vereadores. O relatório dará também os números consolidados do ano. A audiência é o meio pela qual a comunidade pode acompanhar a execução da programação anual da saúde relativos a 2019 e os principais detalhes sobre recebimentos e aplicação dos recursos financeiros e prestação de serviços.

CARNAVAL – O Clube Atlético Baependi promove no dia 25, terça-feira, o carnaval infantil a partir das 14h, com animação do Dj Xalinho e tendo como atração o Robô Led. No local haverá food truck. Evento gratuito para sócios e não sócios a R$ 5,00. Até cinco anos é livre.

Centenário realiza a festa de rei e rainha - A Sociedade Desportiva Recreativa Rio da Luz II – Salão Centenário, realiza no dia 22, sábado, a festa de rei e rainha com baile, a partir das 18h com a concentração dos sócios e uma hora depois a busca das majestades, Muriel Cristo e Jehnefen Tonello (rei e rainha), Natalício Shimanski, David Horongozo, Cecília Schimanski e Tânia Fischer (cavalheiros e princesas). Aldoir Oldenburg será o comandante. O baile começa às 20h30min com a Banda GBD, posteriormente o Grupo Chama e para finalizar a noitada, o Grupo Talagaço. O valor por participante é R$ 35,00 com direito ao buffet, duas horas de bebidas livre (cerveja, refrigerante e água) e impresso para o baile. Quem for apenas para o baile pagará R$ 15,00.