POLÍTICA & POLÍTICOS

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

É bem isso!

O comerciante Antônio Carlos da Silva, dono da Casa de Carnes Aline, que funciona no Bairro São João, em Itajaí, resolveu esclarecer aos clientes que a culpa pela alta da carne bovina, em alguns casos de até 100%, não é dele. E, sim do fornecedor, que aproveitando a exportação extraordinária para países como a China, também sobe o preço por conta da baixa oferta no mercado interno regional. Deu, como exemplo o acém. De uma semana para outra, o frigorífico majorou o quilo, de R$ 10,00 para R$ 19,00. De fato, em um país de aproveitadores sem escrúpulos, como é o nosso Brasil, batata em excesso derruba o preço. Mas com procura maior que a oferta, sai de baixo! Quem pode, paga. Quem não pode, não come.

Novidade? Em construção há cerca de oito anos, o Centro de Educação Profissional de Guaramirim não fica pronto em 2019 como tinha dito o secretário estadual da Educação. Agora, o novo prazo é “o ano que vem”. A parte elétrica, depois que toda a fiação foi roubada, começa a ser reposta “nos próximos dias” a um custo de R$ 128 mil. Mas, pior que isso, é não se saber, ainda, quem vai gerenciar o CEDUP, os cursos oferecidos e quando abrirá as portas.

Rodovias- "Projeto Recuperar", parceria entre Estado e municípios para revitalizar rodovias estaduais na maioria em frangalhos, pode entrar em prática na região do Itapocu ainda em dezembro. Com investimentos ao redor de R$ 805 mil, incluído o custo de empresa que traçará um diagnóstico da malha viária. A prioridade será a SC-108, entre Guaramirim e Massaranduba, e a 415, em São Francisco do Sul. Mas será só uma operação “tapa-buracos”. Como sempre.

Rir ou chorar? Deputados estaduais cobram do governador Carlos Moisés (PSL) o pagamento das tais emendas parlamentares, obrigatórias diga-se, porque eles mesmos assim o decidiram na legislatura passada. Para fazer política de varejo em suas bases eleitorais, como o fazem os federais e senadores. Em 2020, R$ 15 milhões para cada um dos 40 deputados da AL. Em Brasília, R$ 9,5 bilhões para deputados federais e senadores. Tudo na nossa conta, é claro.

Mentiras- Quando um deputado ou senador disser a você, leitor e eleitor, que abriu mão de alguma vantagem em favor de instituições beneficentes ou de cunho comunitário, tenha a certeza de que ele mente. Porque, na verdade, resgata tudo e muitos, o tempo todo, em notas de despesas que são automaticamente pagas pelo caixa do Congresso. O controle de gastos dos parlamentares é zero. Dentro do limite mensal dos valores repassados, embolsam o que podem.

Nome forte- Pelo andar da carruagem, se Carlos Moisés (PSL) resolver disputar uma reeleição em 2022, terá pela frente ao menos um adversário de respeito: é o senador Jorginho Mello (PL), hoje nome 100% estadualizado. E dono de respeitável votação (1.179.757) nas eleições de 2018, atrás apenas de Esperidião Amin (PP), o mais votado, com 1.226.064 milhão de votos.

O palhaço- Em 2017, o humorista, palhaço e deputado federal, Francisco Everardo Oliveira, Silva, o Tiririca (PL), fez seu primeiro discurso na Câmara onde já estava desde 2010. Dizendo-se “envergonhado” com tudo o que tinha visto lá e jurando que nunca mais seria candidato. Mas no ano passado foi eleito pela terceira vez por São Paulo, com cerca de 500 mil votos. Agora ele é investigado pelo Ministério Público que apura o uso indevido da verba de gabinete em viagens com destinos outros que não SP, seu domicílio eleitoral, como manda o regimento interno da Câmara. Para o Ceará, por exemplo, seu estado natal, onde faz shows com frequência. Este ano ele já gastou R$ 70 mil de dinheiro público (e admitiu) em voos de Brasília para Fortaleza. Ao contrário do que dizia na campanha, pior do que está pode, sim, ficar. Ele próprio é um exemplo disso.

Previdência 1- A reforma Previdenciária encaminhada aos deputados pelo governador Carlos Moisés (PSL) aumenta a idade mínima exigida para a aposentadoria voluntária dos servidores. Das mulheres, passa de 55 para 62 anos, enquanto entre os homens, a idade passa de 60 para 65 anos. Além disso, a exigência de 25 anos de contribuição, 10 anos de efetivo exercício no serviço público e cinco anos no cargo de provimento efetivo em que for concedida a aposentadoria.

Previdência 2- O déficit de R$ 784 milhões anuais, em 2008, saltou para R$ 3,8 bilhões em 2018, com a expectativa, de R$ 4 bilhões em 2019. Maior que os recursos da Saúde e Educação. Em 2018, enquanto a Previdência levou R$ 6,43 bilhões, a Educação recebeu R$ 3,73 bilhões e a Saúde, R$ 3,74 bilhões. As pessoas estão vivendo mais, alega o governador, hoje com 52 anos. Que se aposentou aos 48 anos como coronel dos bombeiros militares. Com salário de R$ 26 mil.

Notas

Partidos buscam mulheres para se lançarem em campanha - Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos têm feito uma corrida interna para ampliar o número de mulheres dispostas a se lançar em campanha. Como a nova regra obriga a partir deste ano que cada legenda tenha, de forma independente, ao menos 30% de nomes femininos nas urnas, partidos que não alcançarem esse percentual vão ter de barrar homens na eleição. Se a cota feminina não for alcançada, a lista de homens terá de ser reduzida na mesma medida e a chapa será então proporcional. Em eleições anteriores, quando a cota do gênero já estava valendo, mas o veto às coligações ainda não, os partidos se coligavam e valia a média de candidaturas femininas do bloco. Na prática, uma legenda podia salvar a outra. Agora é cada uma por si. E além de estabelecer uma percentagem mínima de candidaturas de mulheres, as regras eleitorais determinam que os partidos destinem ao menos 30% de sua verba do Fundo Eleitoral para as campanhas femininas. A corrida por mulheres candidatas está acontecendo em todos os partidos.

Escola de gastronomia organiza duas oficinas - O Chef Gourmet, escola de gastronomia sediada em Jaraguá do Sul, está organizando duas oficinas para capacitação de interessados no universo gastronômico. No dia 22, o chef e professor Gabriel Leoni fala sobre melhores cortes de legumes e verduras para várias preparações e também como congelá-los. Já nos dias 28 e 29, é a vez de a chef Dominique Conceição ensinar aos participantes os segredos da preparação de ovos de Páscoa. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (47) 9 9115-8506 e 3055-0679. Para saber mais, basta acessar www.escolachefgourmet.com.br ou seguir as redes sociais da marca.

Secretaria de Saúde promove audiência pública - Os resultados do último quadrimestre serão apresentados à população pela Secretaria de Saúde de Massaranduba na segunda-feira (24), a partir das 9h30min, na Câmara de Vereadores. O relatório dará também os números consolidados do ano. A audiência é o meio pela qual a comunidade pode acompanhar a execução da programação anual da saúde relativos a 2019 e os principais detalhes sobre recebimentos e aplicação dos recursos financeiros e prestação de serviços.

CARNAVAL – O Clube Atlético Baependi promove no dia 25, terça-feira, o carnaval infantil a partir das 14h, com animação do Dj Xalinho e tendo como atração o Robô Led. No local haverá food truck. Evento gratuito para sócios e não sócios a R$ 5,00. Até cinco anos é livre.

Centenário realiza a festa de rei e rainha - A Sociedade Desportiva Recreativa Rio da Luz II – Salão Centenário, realiza no dia 22, sábado, a festa de rei e rainha com baile, a partir das 18h com a concentração dos sócios e uma hora depois a busca das majestades, Muriel Cristo e Jehnefen Tonello (rei e rainha), Natalício Shimanski, David Horongozo, Cecília Schimanski e Tânia Fischer (cavalheiros e princesas). Aldoir Oldenburg será o comandante. O baile começa às 20h30min com a Banda GBD, posteriormente o Grupo Chama e para finalizar a noitada, o Grupo Talagaço. O valor por participante é R$ 35,00 com direito ao buffet, duas horas de bebidas livre (cerveja, refrigerante e água) e impresso para o baile. Quem for apenas para o baile pagará R$ 15,00.