POLÍTICA & POLÍTICOS 24.07.2019

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

Transporte 1 - Do deputado Bruno Souza (sem partido) está na Assembleia Legislativa projeto de lei que abre espaços para novas empresas no transporte intermunicipal de passageiros. Um verdadeiro monopólio (como ocorre com o transporte urbano) formado por empresas privadas que, há décadas, com a conivência do extinto Deter, lotearam o Estado conforme os interesses de cada uma. Reflexo disso é que o usuário paga mais caro para viajar por Santa Catarina do que ir para Curitiba. Pelo mesmo percurso em SC, tarifas diferenciadas conforme a empresa porque nem todas, propositadamente, disponibilizam horários coincidentes para trajetos iguais com a mesma (ou quase) quilometragem.

Transporte 2 - Ou seja, não há concorrência entre as empresas. O governo do Estado já demonstrou total interesse pelo projeto através dos secretários da Casa Civil, Douglas Borba, e de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler. O projeto, por si só, é polêmico porque mexe com empresas tradicionalmente financiadoras de campanhas políticas de não poucos deputados, senadores, governadores, como o fazem, também, as empresas de transporte de passageiros no âmbito dos municípios. Espera-se que a nova safra de deputados ainda não esteja contaminada.

Segurança - São 19 projetos voltados à segurança pública tramitando na Assembleia Legislativa. E isso explica o porquê de algumas propostas “rolarem” durante anos na Casa sem se dar uma solução. É que, politicamente falando, todo mundo quer ser o “pai da criança” pra faturar na eleição seguinte, provocando triplicidade (até) de propostas com poucas diferenças em sua formulação. E, aí, mesmo que sejam boas ideias e dependendo de quem seja o autor, a coisa não anda. Infelizmente tem sido assim, sempre.

Tecnologia 5G - Em projeto de lei que será analisado pela Assembleia Legislativa o deputado Marcius Machado (PL) quer proibir testes (já em curso na Universidade Federal de Santa Catarina) e a implantação da tecnologia 5G no Estado. Com multa de até R$ 200 mil para quem instalar redes móveis de quinta geração. Na justificativa, menciona uma notícia falsa, dizendo que “morreram cerca de 500 pássaros em 2 minutos” após um teste do 5G em um parque público da cidade holandesa de Haia. Com a repercussão da proposta, o deputado vai repassá-la a um órgão (não disse qual) que possa realizar estudos e coletar provas.

Salários 1 - Somados, os gastos do governo com servidores federais, estaduais e municipais ativos bateu na casa dos R$ 927,8 bilhões no ano passado. Isso representa 13,6% de todo o Produto Interno Bruto do país e é o maior patamar da história. Entre os países do G20, o único a superar o Brasil é a África do Sul, que destina 14,2% do seu PIB aos funcionários públicos. França e Canadá se aproximam, com 12,3% e 12,2%, respectivamente.

Salários 2 - O Banco Mundial mostra que a remuneração entre os setores público e privado chega aos 67% no Brasil. Ou seja, um trabalhador na mesma função recebe um salário muito maior ao tornar-se empregado do governo, civil ou militar. O IBGE diz que isso provoca grande discrepância de salários comparado aos celetistas e assalariados: enquanto os primeiros têm um ganho em torno dos R$ 4.235, os outros recebem em média R$ 2.175 e R$ 1.390.

Saque do FGTS - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o ministro da Economia, Paulo Guedes, devem oficializar hoje (24) a proposta do governo de liberar saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Até ontem não havia um limite estabelecido, mas a ideia original era autorizar saques de 35% do saldo para quem tem até R$ 5 mil. Com até R$ 10 mil no FGTS, 30%. Ainda não está definida a parcela para quem tem entre R$ 10 mil e R$ 50 mil no Fundo. Acima disso o dono da conta só poderia sacar 10% do saldo total. O governo prevê liberar R$ 42 bilhões, que devem aliviar a economia do país, estados e municípios. Além disso, poderão ser sacados outros R$ 21 bilhões dos recursos do Pis/Pasep. Pelo site Caixa.gov.br é possível saber o saldo do FGTS.

Escolas - Livros para as bibliotecas, equipamentos para laboratórios e repasse de recursos de forma direta para as escolas, formação de professores, educação inovadora, transporte escolar estão entre as melhorias que o governo do Estado pretende implantar na rede estadual de ensino que hoje comporta 1.071 escolas. Com investimentos de R$ 1,2 bilhão no programa Minha Nova Escola a partir deste segundo semestre.

BR-280 - Depois de o ministro da Infraestrurura, Tarcísio Freitas, dizer durante visita a SC no mês passado que a BR-470 é prioridade do governo, políticos da bancada federal tem se abalado para regiões do Vale do Itajaí discursando sobre apoio incondicional à obra. O senador Esperidião Amin (PP) e a mulher e deputada federal Ângela Amin (PP) fizeram isso na semana passada em Rio do Sul. E a BR-280? Parece que ignoram. E não só eles.

Abandono - Veículos parados há mais de uma mês em uma mesma rua e em mau estado de conservação, por exemplo, passam a ser considerados como abandonados. É o que diz lei sancionada pelo prefeito Antídio Lunelli (MDB), determinando sua remoção para o pátio da Prefeitura, em Nereu Ramos. Há, hoje, pelo menos 20 casos assim nas ruas da cidade. Após 60 dias sem ser reclamado, vai para leilão público.

Notas

Partidos buscam mulheres para se lançarem em campanha - Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos têm feito uma corrida interna para ampliar o número de mulheres dispostas a se lançar em campanha. Como a nova regra obriga a partir deste ano que cada legenda tenha, de forma independente, ao menos 30% de nomes femininos nas urnas, partidos que não alcançarem esse percentual vão ter de barrar homens na eleição. Se a cota feminina não for alcançada, a lista de homens terá de ser reduzida na mesma medida e a chapa será então proporcional. Em eleições anteriores, quando a cota do gênero já estava valendo, mas o veto às coligações ainda não, os partidos se coligavam e valia a média de candidaturas femininas do bloco. Na prática, uma legenda podia salvar a outra. Agora é cada uma por si. E além de estabelecer uma percentagem mínima de candidaturas de mulheres, as regras eleitorais determinam que os partidos destinem ao menos 30% de sua verba do Fundo Eleitoral para as campanhas femininas. A corrida por mulheres candidatas está acontecendo em todos os partidos.

Escola de gastronomia organiza duas oficinas - O Chef Gourmet, escola de gastronomia sediada em Jaraguá do Sul, está organizando duas oficinas para capacitação de interessados no universo gastronômico. No dia 22, o chef e professor Gabriel Leoni fala sobre melhores cortes de legumes e verduras para várias preparações e também como congelá-los. Já nos dias 28 e 29, é a vez de a chef Dominique Conceição ensinar aos participantes os segredos da preparação de ovos de Páscoa. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (47) 9 9115-8506 e 3055-0679. Para saber mais, basta acessar www.escolachefgourmet.com.br ou seguir as redes sociais da marca.

Secretaria de Saúde promove audiência pública - Os resultados do último quadrimestre serão apresentados à população pela Secretaria de Saúde de Massaranduba na segunda-feira (24), a partir das 9h30min, na Câmara de Vereadores. O relatório dará também os números consolidados do ano. A audiência é o meio pela qual a comunidade pode acompanhar a execução da programação anual da saúde relativos a 2019 e os principais detalhes sobre recebimentos e aplicação dos recursos financeiros e prestação de serviços.

CARNAVAL – O Clube Atlético Baependi promove no dia 25, terça-feira, o carnaval infantil a partir das 14h, com animação do Dj Xalinho e tendo como atração o Robô Led. No local haverá food truck. Evento gratuito para sócios e não sócios a R$ 5,00. Até cinco anos é livre.

Centenário realiza a festa de rei e rainha - A Sociedade Desportiva Recreativa Rio da Luz II – Salão Centenário, realiza no dia 22, sábado, a festa de rei e rainha com baile, a partir das 18h com a concentração dos sócios e uma hora depois a busca das majestades, Muriel Cristo e Jehnefen Tonello (rei e rainha), Natalício Shimanski, David Horongozo, Cecília Schimanski e Tânia Fischer (cavalheiros e princesas). Aldoir Oldenburg será o comandante. O baile começa às 20h30min com a Banda GBD, posteriormente o Grupo Chama e para finalizar a noitada, o Grupo Talagaço. O valor por participante é R$ 35,00 com direito ao buffet, duas horas de bebidas livre (cerveja, refrigerante e água) e impresso para o baile. Quem for apenas para o baile pagará R$ 15,00.