LADRÕES OU MALFEITORES!

A J Marchi

Questionamentos evidentes, obviedades improváveis e banalidades incomodas. 

Ver artigos

Ladrão, segundo o “pai dos burros”, é o indivíduo que pega para si o que não lhe pertence. Malfeitor, significa facínora; perverso; quem comete crimes com ações deploráveis. Roubo, é o delito cometido por quem se apossa indevidamente de coisa móvel pertencente a outrem. Malfeitos, são atos injustos, maldosos e incorretos. Diante disto, o que é mais deplorável: o ladrão que se apossa de algo, muitas vezes para comer, ou o malfeitor, que se apossa de vultuosas somas de dinheiro público? Neste último, existiu o grave fato da traição pública. Ninguém saqueia cofres públicos sem uma estreita correlação de fatores, pessoal e político partidário. Somos feitos para acreditar, sentir desejos e medos, embora nada justifique o fato de tirar dos outros aquilo que não nos pertence, senão, pelo sádico prazer de pertencer ao seleto grupo de poder. Porém, existem aqueles que desejam, em um curto espaço de tempo, garantir a si e aos seus, uma fácil e boa vida às custas da maioria da população que, sem defesa e indiretamente através do voto, já lhe paga um substancial salário. Em tempo: o bicho homem, é o único com “inteligência” suficiente para eleger aqueles que irão pilhá-lo.

 

O resultado final do assalto sobre a milionária verba federal designada para a compra de respiradores chega a ser cômico, senão infeliz para os sórdidos pseudo políticos envolvidos. ” Barnabés aprendizes de apedeutas e vislumbrados pela facilidade em meter a mão na gamela para chafurdar da própria diarreia mental, não se contiveram diante de algumas oportunidades advindas da péssima administração pública. Diz o ditado: a ocasião faz o ladrão! É natural nesta insipiente Republica que “ladrões de galinhas” sejam severamente penalizados. Mas, é próprio também das fracas “democracias” que, políticos e seus capachos, quando processados através de intermináveis inquéritos, sejam absolvidos por seus pares sem jamais admitirem o delito, que aliás, leva a designação desidratada de “malfeito”, ou ironicamente, um ato “incorreto”! E, diante dessa discrepância, pergunta-se: Porquê e para quem esses pseudo políticos cometem os ... “atos incorretos”? Qual a finalidade? Seria talvez ... porque o medo pela sobrevivência, faz com que o indivíduo inseguro assuma de vez o seu lado obscuro? E, a quem servem realmente esses promíscuos indivíduos, se eles aprendem rápido a cada eleição que em galinheiro novo é melhor confiar em galo velho? Afinal, porquê diferencia-se o político “incorreto” do ladrão comum? Seria para separar o varejo do atacado pelo fato de o crime de “colarinho branco” ser exclusivo demais para ser desmoralizado?

 

Excluindo-se casos protagonizados por altíssimo grau de psicopatia, simples ladrões declaram-se culpados diante de uma opção escolhida e influenciada por fatores externos, onde a maldade seria como uma montanha, moldada pelas ações do ambiente ao seu redor. E, não há conversa que possa mudar o conceito desses projetos de monstros! Barro seco não tem conserto, é preciso quebrar, transformar em pó e moldar de novo. Se pudesse, um recém-nascido com fome e sem alimento, não hesitaria em matar outro recém-nascido que está com a mamadeira para poder saciar sua fome. O mal é um estado natural do ser humano que nasce sem a noção de certo e errado, sem consciência moral, agindo para saciar suas necessidades movido apenas por seus instintos mais primitivos. Em um mundo onde o mal nasce com a gente, todos fariam qualquer coisa e sem apego algum à moralidade para não sucumbir. Mas, se cada um é capaz de fazer de tudo, todos farão o que for preciso, incluindo matar outro ser humano. Como todos nascemos com necessidades a serem supridas, inclusive a vaidade em sua forma mais tosca, seria obviamente improvável viver em um mundo sem o limite da consciência, ou seja, sem as limitações da moralidade básica. Quem dera, tivesse o homem a sapiência dos animais.

Notas

Partidos buscam mulheres para se lançarem em campanha - Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos têm feito uma corrida interna para ampliar o número de mulheres dispostas a se lançar em campanha. Como a nova regra obriga a partir deste ano que cada legenda tenha, de forma independente, ao menos 30% de nomes femininos nas urnas, partidos que não alcançarem esse percentual vão ter de barrar homens na eleição. Se a cota feminina não for alcançada, a lista de homens terá de ser reduzida na mesma medida e a chapa será então proporcional. Em eleições anteriores, quando a cota do gênero já estava valendo, mas o veto às coligações ainda não, os partidos se coligavam e valia a média de candidaturas femininas do bloco. Na prática, uma legenda podia salvar a outra. Agora é cada uma por si. E além de estabelecer uma percentagem mínima de candidaturas de mulheres, as regras eleitorais determinam que os partidos destinem ao menos 30% de sua verba do Fundo Eleitoral para as campanhas femininas. A corrida por mulheres candidatas está acontecendo em todos os partidos.

Escola de gastronomia organiza duas oficinas - O Chef Gourmet, escola de gastronomia sediada em Jaraguá do Sul, está organizando duas oficinas para capacitação de interessados no universo gastronômico. No dia 22, o chef e professor Gabriel Leoni fala sobre melhores cortes de legumes e verduras para várias preparações e também como congelá-los. Já nos dias 28 e 29, é a vez de a chef Dominique Conceição ensinar aos participantes os segredos da preparação de ovos de Páscoa. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (47) 9 9115-8506 e 3055-0679. Para saber mais, basta acessar www.escolachefgourmet.com.br ou seguir as redes sociais da marca.

Secretaria de Saúde promove audiência pública - Os resultados do último quadrimestre serão apresentados à população pela Secretaria de Saúde de Massaranduba na segunda-feira (24), a partir das 9h30min, na Câmara de Vereadores. O relatório dará também os números consolidados do ano. A audiência é o meio pela qual a comunidade pode acompanhar a execução da programação anual da saúde relativos a 2019 e os principais detalhes sobre recebimentos e aplicação dos recursos financeiros e prestação de serviços.

CARNAVAL – O Clube Atlético Baependi promove no dia 25, terça-feira, o carnaval infantil a partir das 14h, com animação do Dj Xalinho e tendo como atração o Robô Led. No local haverá food truck. Evento gratuito para sócios e não sócios a R$ 5,00. Até cinco anos é livre.

Centenário realiza a festa de rei e rainha - A Sociedade Desportiva Recreativa Rio da Luz II – Salão Centenário, realiza no dia 22, sábado, a festa de rei e rainha com baile, a partir das 18h com a concentração dos sócios e uma hora depois a busca das majestades, Muriel Cristo e Jehnefen Tonello (rei e rainha), Natalício Shimanski, David Horongozo, Cecília Schimanski e Tânia Fischer (cavalheiros e princesas). Aldoir Oldenburg será o comandante. O baile começa às 20h30min com a Banda GBD, posteriormente o Grupo Chama e para finalizar a noitada, o Grupo Talagaço. O valor por participante é R$ 35,00 com direito ao buffet, duas horas de bebidas livre (cerveja, refrigerante e água) e impresso para o baile. Quem for apenas para o baile pagará R$ 15,00.