Últimas colunas de Celso Machado

Tudo indica que MDB, PSL E PP vão coligar em chapa majoritária o que pode salvar Moisés e Daniela do impeachment

Esta aliança, se consolidada, dizem os entendidos dos bastidores da política catarinense, também teria reflexos na Assembleia Legislativa entre as bancadas dos três partidos que, juntos, somam 19 deputados. São votos mais que suficientes para salvar a cabeça do Carlos Moisés e da vice Daniela em todos os pedidos de impeachment já protocolados.

Por Celso Machado

Deputado quer que atividade religiosa seja reconhecida como essencial durante a pandemia

Para ele, é uma incoerência dos prefeitos permitirem aglomerações no comércio e bancos, por exemplo e, ao mesmo tempo, proibir que as igrejas abram as portas para as pessoas.

Por Celso Machado

Bolsonaro estende a mão e concede reforço advocatício à Daniela no processo de impeachment

Fiel escudeira de Jair Bolsonaro (Aliança Pelo Brasil), a ponto de romper com o próprio governador, Daniela viu o presidente estender a mão ao determinar que a advogada Karina Kufa, que o atende pessoal e exclusivamente, assuma a defesa dela.

Por Celso Machado

Bolsonaro deverá vir a Blumenau em agosto para vistoriar obras de duplicação da BR-470

Com isso se confirmará a influência zero dos deputados federais da região Norte e Nordeste junto aos ministérios em Brasília no caso da BR-280, com obras aos trancos e barrancos

Por Celso Machado

Impeachment de Moisés e o dilema do MDB

O MDB tem uma bancada de nove deputados estaduais e, por isso mesmo, será decisivo na votação do impeachment do governador Carlos Moisés (PSL) e da vice Daniela Reihner (sem partido)

Por Celso Machado

Sindicato da Educação bateu o martelo: professores e pessoal administrativo não volta às aulas em setembro, como quer o governo do Estado

Segundo o Coordenador Estadual do SINTE, Luiz Carlos Vieira, o momento não é o de se discutir a reposição do ano letivo, mas sim, de cuidar da saúde de modo coletivo

Por Celso Machado

Moisés recua e libera novamente os jogos do campeonato catarinense

O que levou Moisés a se contradizer?

Por Celso Machado

Por quê a vice Daniela Rehner entrou no rolo do impeachment?

Em maio, o presidente da Casa e amigo do governador, Júlio Garcia (PSD) havia arquivado o mesmo pedido alegando "inconsistência jurídica".

Por Celso Machado

Deputado estadual Gelson Merísio anda de olho no Centro Administrativo, em Florianópolis

Em eventual afastamento de Moisés e Daniela, Merisio se apresentaria como candidato em eventual (e possível) eleição indireta.

Por Celso Machado

Dos 295 municípios de SC, 11 não têm nenhum caso de coronavirus

No Brasil, 97,4% dos 5.570 municípios registram ao menos um caso de pessoas infectadas com o Covid-19.

Por Celso Machado

Denúncia: dos 500 respiradores produzidos pela WEG 225 ainda não foram instalados em SC

A denúncia é do deputado Maurício Eskudlark (PL), ex-líder do governo na Assembleia Legislativa ao criticar o que chamou de "ineficiência" do Estado nas ações de combate ao Covid-19

Por Celso Machado

Governo federal executou menos de 50% da verba disponibilizada para conter a covid no país até agora

O que explica o uso apenas parcial das verbas disponibilizadas são entraves relacionados a processos de compra, contratação de pessoal e outras burocracias

Por Celso Machado
1 2 3 ... 14

Notas

Partidos buscam mulheres para se lançarem em campanha - Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos têm feito uma corrida interna para ampliar o número de mulheres dispostas a se lançar em campanha. Como a nova regra obriga a partir deste ano que cada legenda tenha, de forma independente, ao menos 30% de nomes femininos nas urnas, partidos que não alcançarem esse percentual vão ter de barrar homens na eleição. Se a cota feminina não for alcançada, a lista de homens terá de ser reduzida na mesma medida e a chapa será então proporcional. Em eleições anteriores, quando a cota do gênero já estava valendo, mas o veto às coligações ainda não, os partidos se coligavam e valia a média de candidaturas femininas do bloco. Na prática, uma legenda podia salvar a outra. Agora é cada uma por si. E além de estabelecer uma percentagem mínima de candidaturas de mulheres, as regras eleitorais determinam que os partidos destinem ao menos 30% de sua verba do Fundo Eleitoral para as campanhas femininas. A corrida por mulheres candidatas está acontecendo em todos os partidos.

Escola de gastronomia organiza duas oficinas - O Chef Gourmet, escola de gastronomia sediada em Jaraguá do Sul, está organizando duas oficinas para capacitação de interessados no universo gastronômico. No dia 22, o chef e professor Gabriel Leoni fala sobre melhores cortes de legumes e verduras para várias preparações e também como congelá-los. Já nos dias 28 e 29, é a vez de a chef Dominique Conceição ensinar aos participantes os segredos da preparação de ovos de Páscoa. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (47) 9 9115-8506 e 3055-0679. Para saber mais, basta acessar www.escolachefgourmet.com.br ou seguir as redes sociais da marca.

Secretaria de Saúde promove audiência pública - Os resultados do último quadrimestre serão apresentados à população pela Secretaria de Saúde de Massaranduba na segunda-feira (24), a partir das 9h30min, na Câmara de Vereadores. O relatório dará também os números consolidados do ano. A audiência é o meio pela qual a comunidade pode acompanhar a execução da programação anual da saúde relativos a 2019 e os principais detalhes sobre recebimentos e aplicação dos recursos financeiros e prestação de serviços.

CARNAVAL – O Clube Atlético Baependi promove no dia 25, terça-feira, o carnaval infantil a partir das 14h, com animação do Dj Xalinho e tendo como atração o Robô Led. No local haverá food truck. Evento gratuito para sócios e não sócios a R$ 5,00. Até cinco anos é livre.

Centenário realiza a festa de rei e rainha - A Sociedade Desportiva Recreativa Rio da Luz II – Salão Centenário, realiza no dia 22, sábado, a festa de rei e rainha com baile, a partir das 18h com a concentração dos sócios e uma hora depois a busca das majestades, Muriel Cristo e Jehnefen Tonello (rei e rainha), Natalício Shimanski, David Horongozo, Cecília Schimanski e Tânia Fischer (cavalheiros e princesas). Aldoir Oldenburg será o comandante. O baile começa às 20h30min com a Banda GBD, posteriormente o Grupo Chama e para finalizar a noitada, o Grupo Talagaço. O valor por participante é R$ 35,00 com direito ao buffet, duas horas de bebidas livre (cerveja, refrigerante e água) e impresso para o baile. Quem for apenas para o baile pagará R$ 15,00.