A PROPÓSITO 25.06.2019

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 70 anos, 55 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

A foto é dos anos 1970. A Rua Adélia Fischer (subida da KG motos) ainda não existia e a entrada principal da cidade se dava pela Rua Max Wilhelm (Pizaria Casarão). À época, o Brasil vivia uma fase de grande crescimento industrial com reflexos diretos em cidades cujo desenvolvimento estava alicerçado na indústria como, por exemplo, Jaraguá do Sul. A demanda por mão de obra era tão grande que as maiores empresas da cidade passaram a anunciar vagas em municípios vizinhos. Aliás, até hoje, boa parte dos trabalhadores do diversificado parque industrial jaraguaense vem de cidades próximas. (Fonte: Antigamente em Jaraguá do Sul/postado por Paulo Sporrer HD)

CURIOSIDADE

O feijão é um dos mais antigos alimentos consumidos pelo homem. As primeiras plantas cultivadas têm origem na América do Sul, mais especificamente no Peru, e datam aproximadamente de 10.000 a.C., de acordo com descobertas arqueológicas.

Os grãos contêm diversas vitaminas, sais minerais e ferro, que nutrem e dão energia ao ser humano. Em 100 gramas do produto, encontram-se cerca de 220 calorias, ou seja, energia equivalente das proteínas da carne bovina, suína, de frango e peixe.

O primeiro registro sobre o prato no Brasil é de 1833, quando foi servido em um hotel no Recife, com o nome “feijoada à brasileira. Mas a feijoada em si não é brasileira. Acredita-se que foi inventada na Europa, porém com outra variedade de feijão.

No Brasil, foram os escravos africanos os responsáveis por criar a feijoada que conhecemos hoje, mudando a receita europeia e utilizando o feijão preto, já que era o produto mais acessível na época.

Na Roma antiga o grão era usado também como uma espécie de moeda para pagamentos em jogos de apostas. Na Grécia, era uma espécie de cédula nas eleições. O feijão branco significava sim e o feijão preto representava não.

A famosa linha de sabonetes, talcos e desodorantes Cashmere Bouquet foi lançada no ano de 1872, quando a Colgate-Palmolive completou 65 anos de atividades nos Estados Unidos. O produto desembarcou em terras brasileiras em 1946.

HOJE - Neste dia, em 1962, nasceu no Rio de Janeiro o humorista Cláudio Besserman Vian, o Bussunda. Também ator, jornalista, escritor, cronista esportivo, editor de revista e dublador brasileiro, era membro e líder do grupo Casseta & Planeta. Hoje, no Brasil, é o Dia do Imigrante e Dia do Quilo.