Educação

Segunda edição do Movimento Jaraguá em Ciência é lançada

Foto: FJBrugnago

No período de 9 a 13 de setembro, o Parque Municipal de Eventos se tornará um dos principais polos de conhecimento científico produzido por estudantes no Estado. No espaço ocorrerá o 2º Movimento Jaraguá em Ciência que irá reunir, simultaneamente, três feiras científicas: a 4ª Feira Municipal Científica e Tecnológica (Fecitec), a 10ª Feira de Educação Matemática e a 4ª Feira Brasileira de Iniciação Científica (Febic). Segundo os organizadores a finalidade é incentivar, divulgar e socializar as experiências, pesquisas e atividades desenvolvidas curricular ou extracurricularmente, promovendo a formação de futuros pesquisadores e o desenvolvimento científico e tecnológico. Em 2018, cerca de três mil visitantes passaram pelo Parque de Eventos nos cinco dias de exposições e premiações. Já entre expositores, professores e avaliadores estiveram no local mais de mil pessoas de todo Brasil e algumas de fora do País. O lançamento do Movimento Jaraguá em Ciências aconteceu na noite de quinta-feira (23) no Beira Rio Clube de Campo, reunindo os organizadores, apoiadores e voluntários.

O presidente do Instituto Brasileiro de Iniciação Científica, Jean Facchini, fez a abertura, falando sobre os objetivos e o seu crescimento. No primeiro ano da Febic foram 82 projetos participantes, no segundo 126 e no ano passado, 180, com 3,5 mil visitantes. A expectativa para este ano é receber entre 230 e 250 projetos nas sete categorias, envolvendo trabalhos de 17 Estados e cinco países e cinco mil visitantes. Toda a estrutura dos estandes será montada no Parque de Eventos. Será utilizado o Pavilhão B, que é aberto e montadas tendas que ficarão acopladas. O Pavilhão A fica para as palestras, oficinas e eventos paralelos. Sobre a Febic falou também o coordenador geral Jhonatas Facchini e o diretor administrativo e financeiro, Maurício Goetten. O secretário de Educação, Rogério Jung, e a professora Iraci Müller, também se manifestaram no lançamento do 2º Movimento Jaraguá em Ciências.

 

Movimento de feiras fortalece projetos de iniciação científica

O Movimento Jaraguá em Ciência teve a sua origem na Feira de Iniciação Científica Antônio Estanislau Ayroso, escola pioneira que realizou durante alguns anos a iniciativa junto ao estabelecimento localizado no Bairro Jaraguá 99, que acabou se transformando na Feira Brasileira de Iniciação Científica com a criação do Instituto (IBIC). A ela se juntou outras duas Feiras realizadas pela Secretaria de Educação, resultando no Movimento Jaraguá em Ciência. Agora são três em uma, com suas próprias características. Feira de Educação Matemática: tem caráter regional, classificando trabalhos para a Feira Catarinense de Matemática. Em 2018, foram 51 trabalhos de 50 instituições de ensino de Jaraguá e Região. Ao todo 110 alunos expuseram seus projetos. Destes foram classificados 13 trabalhos para Feira Catarinense de Matemática dos quais dois foram classificados para 7ª Feira Nacional de Matemática. Feira Municipal Científica e Tecnológica (Fecitec): destinada a trabalhos realizados em todos os níveis da rede municipal de ensino. Na edição anterior foram apresentados 57 trabalhos de 20 instituições municipais de ensino. Contou com 116 expositores. Feira Brasileira de Iniciação Científica (Febic): organizada pelo Instituto Brasileiro de Iniciação Científica, a Feira recebe trabalhos nacionais e internacionais de iniciação científica de todas as áreas do conhecimento. Em 2018 foram submetidos 402 projetos; aprovados foram 132 projetos (118 estandes e 14 comunicações orais/banners). Ao todo participaram 286 alunos expositores com 97 professores orientadores. O evento promoveu ainda 55 premiações que credenciaram trabalhos para feiras nacionais, internacionais e cinco bolsas de estudo.