Geral

Região do Piraí terá uma ponte com 540 metros de extensão

Foto: Divulgação

Quem percorre a BR-280 entre o Km 38 e o Km 39 onde se encontra em obras o Lote 2.1 de duplicação da rodovia, já com 46,5% das obras previstas no contrato com a Sul Catarinense concluídas, percebe a existência do Rio Piraí.

A nascente fica em Joinville e suas águas são utilizadas para diversos fins como abastecimento urbano, cultivo de arroz, manutenção da vegetação nativa e lazer.

O projeto de duplicação da rodovia prevê uma obra de engenharia que busca a preservação e redução de impactos nas margens e no leito do rio, com a construção de uma ponte com 540 metros de extensão, que será a maior do Norte Catarinense. Segundo o Dnit, dois motivos justificam a construção da estrutura

Leia mais: 

O primeiro está relacionado à engenharia, haja vista que o solo do trecho não apresenta estabilidade necessária, sendo a ponte uma alternativa construtiva. O segundo motivo está relacionado a fatores ambientais.

O projeto evita a retificação do rio, reduz a área a ser suprimida, sendo necessário o corte da vegetação de forma pontual nos locais de instalação dos pilares, além de proteger as margens do curso d’água, especialmente no ponto em que o manancial corre em paralelo à rodovia.

Como está 

Segundo o Dnit, foram executados até o mês de abril 46,5% das obras previstas no Lote 2.1, que vai da BR-101 até Guaramirim, próximo do acesso à Rodovia do Arroz. Neste trecho estão sendo realizadas atividades desde a terraplenagem até a base para pavimentação.

As atividades estão concentradas na remoção de solo e substituição na base do aterro, além da colocação de camada de rocha e imprimação asfáltica.