Educação,Meio Ambiente,Política,Tecnologia

Parque Via Verde recebe lixeiras, placas e novas mudas de manacá

Foto: Divulgação

O Parque Linear Via Verde, na Ilha da Figueira, está se tornando a coqueluche da cidade pela crescente frequência, principalmente nos finais de semana. No feriado de Corpus Christi (20), um grupo de 18 pessoas do Programa de Coração Voluntário Weg distribuiu mais de 200 sacolas plásticas, estimulando o recolhimento de todo o lixo produzido.

Toda a ação foi combinada em poucos dias, a partir de uma reunião do voluntariado. “Trata-se de um gesto simples, mas capaz de mudar comportamentos a partir da conscientização sobre a importância dos cuidados com o local. A ideia é difundir a necessidade de manutenção do espaço, que já atrai muita gente, limpo e organizado”, disse a voluntária Daniely Spezia. O programa, que tem em um dos seus eixos a realização de ações solidárias em benefício da comunidade, conta com 1.050 colaboradores cadastrados.

A ação foi pontual, surgiu a partir da observação de uma colaboradora que frequentou o parque e viu a necessidade de ajudar e propagar bons hábitos. Nova ação desta natureza pode ser realizada em outro momento, caso haja necessidade. A Prefeitura instalou, na semana passada, lixeiras e providenciou placas com orientação sobre o destino correto de lixo e dejetos, sobre a utilização consciente de som, proibição de tráfego de veículos automotores e de nadar no local. A ideia é que todos usufruam a natureza harmoniosamente. Na sexta-feira (21), também foram implantadas placas de orientação no local. Além disso, mais 60 pés de manacás foram plantados.

Primeira etapa vai ser entregue durante o mês de julho

O Parque da Via Verde, que está sendo construído na Ilha da Figueira, a partir da Ponte Marly Freishler Baumer, margeando o Rio Itapocu, deve ser entregue oficialmente à comunidade no mês de julho, em que se comemora o aniversário da cidade. Essa é a primeira parte. O projeto é mais amplo e segue na direção Oeste, até as proximidades da Ponte Antônio Ribeiro. O trecho inicial do parque margeia a Via Verde, que deve continuar até encontrar com a Rua Rinaldo Bogo.

A licitação já aconteceu e no início de julho será expedida a ordem de serviço para a empresa vencedora. Segundo a secretária de Cultura, Esporte e Turismo, Natália Petry, que como vereadora vem há anos defendendo o projeto para o bairro e entorno, as obras dessa etapa começaram no dia 7 de janeiro, com investimento aproximado de mais de R$ 1 milhão, oriundos de multas ambientais. São 15 mil m² de área e extensão de 550 metros.

De acordo com Natália, o projeto global terá 75 mil m², aproximadamente. O projeto completo contempla o parque para animais (parcão), slackline, deck contemplativo, pista de skate, quadra poliesportiva, praça de jogos de mesa, playground. Também haverá sanitários, quadra de vôlei, tabelas de basquete, academia da melhor idade, academia funcional, entre outros. Câmeras de vigilância serão instaladas na Estação de Tratamento de Esgoto do Samae para o monitoramento do Parque, principalmente onde serão construídos os sanitários.  

Parque da Inovação, no Três Rios, também está em obras

Enquanto o Parque Via Verde ganha forma e público, outro está em construção, no Três Rios do Sul. É o Parque Municipal Ambiental “Parque da Inovação”, que ao ser concluído terá em torno de 160 mil m² de área preservada, num total de 212.455 m², além de outros 44 mil m² destinados a atividades diversas. O local virá reduzir o déficit de parques públicos em Jaraguá do Sul. Toda a área é de propriedade da Prefeitura.

O projeto do Parque contempla estacionamento, guarita, bicicletários, lanchonetes, sanitários, lagos, pistas de caminhada e de bicicletas, quadra poliesportiva e de futebol de areia, áreas de recreação e academias ao ar livre. Além disso, churrasqueira, concha acústica, além de bosques, trilhas, mirante, viveiro para mudas e plantas adultas e espaço para educação ambiental. A intervenção terá baixo impacto ambiental.

Nesse empreendimento, houve a doação de R$ 1 milhão de um empresário. O projeto foi elaborado pelo Instituto Jourdan e Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama). O local fica próximo à BR-280, com acesso pela Rua Cesare Valentini, no bairro Três Rios do Sul. Localizado a poucos minutos do Centro Universitário Católica de Santa Catarina, da Faculdade Senac e do IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina) - campus Geraldo Werninghaus, o parque ainda estará perto do Centro de Inovação e do Centro Up!.