Geral,Política,Trânsito

Orçamento para duplicação da BR-280 fica aquém do esperado

Foto: Banco de Imagens JDV

A duplicação da BR-280 não terá a verba de R$ 331,5 milhões pretendidas pelo DNiT para 2020, nos trechos entre São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul, distribuídos em três lotes. O Orçamento Geral da União, aprovado em dezembro pelo Congresso Nacional, destinou apenas R$ 73,7 milhões. Foram incluídas ainda duas emendas de R$ 2 milhões cada, mas sem garantia de liberação.

A expectativa, mesmo que remota, é de que haja suplementação no decurso do ano. Com o orçamento aquém do pretendido, as obras vão continuar na primeira marcha, ou seja, lentas. No ano passado, com saldo remanescente de 2018, foram disponibilizados R$ 89 milhões.

Iniciadas há seis anos, as obras de duplicação estão em torno de 40% executadas nos lotes entre a BR-101 e Guaramirim e o contorno de Guaramirim e Jaraguá do Sul, passando por Schroeder I. Até agora nenhum trecho da duplicação foi liberado.

O mais “avançado” é o lote que vai da BR-101 até as proximidades do acesso à Rodovia do Arroz, em Guaramirim