Corupá,Economia,Geral,Guaramirim,Jaraguá ,Massaranduba,Nacional

Municípios do Vale do Itapocu criaram mais de cinco mil novas vagas de emprego

Foto: Divulgação

No mês de março houve desaceleração na criação de empregos no Brasil, mesmo assim o saldo foi positivo. No País foram criadas 184.140 novas vagas de emprego, resultado da diferença entre as admissões e demissões ocorridas em todos os setores da economia. Santa Catarina contribuiu com 20.729 novas vagas, com 125.425 contratações e 104.696 dispensas.

Leia mais

Em fevereiro foram 33.774 vagas novas criadas e em janeiro, 32.624. Dez por cento do saldo de vagas do mês de março em Santa Catarina foram criadas no Vale do Itapocu, considerando os sete municípios: 2.643. O acumulado do ano (janeiro a março) totalizou 5.281 novos empregos gerados. Os dados foram compilados junto ao Ministério da Economia/Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Corupá criou três novas vagas de emprego em março (219 contratações e 216 demissões), mas o acumulado do ano ficou positivo em 302. Barra Velha criou 47 vagas em março e 181 no trimestre, enquanto Guaramirim 203 vagas em março e 793 nos três primeiros meses do ano.

Jaraguá do Sul fechou março com 1.241 de saldo positivo de vagas (4.039 admissões e 2.738 demissões) e de janeiro a março, mais 3.424, das 11.545 contratações, menos 8.121 demissões no período. Em Massaranduba foram 28 vagas novas em março e 174 no trimestre, Schroeder 91 e 333, respectivamente e, São João do Itaperiú, mais 30 empregos novos em março e 74 no trimestre.

Pequenos negócios representaram quase 60% dos empregos em março

Em março de 2021, as micro e pequenas empresas (MPE) foram responsáveis pela geração de 57,9% dos empregos com carteira assinada no Brasil, o que corresponde a quase 107 mil vagas. O resultado é superior aos postos de trabalho criados pelas empresas de médio e grande porte, que foi pouco mais de 67 mil. Os dados constam em levantamento feito pelo Sebrae com base no Caged do Ministério da Economia.

No acumulado do ano, dos cerca de 837 mil empregos gerados no primeiro trimestre, 587 mil (70,1%) foram criados pelas micro e pequenas empresas, enquanto as médias e grandes empresas criaram 190 mil (22,7%). Quanto observa-se o saldo mensal médio, as MPE atingiram patamar superior a 195 mil novos postos de trabalho, enquanto as MGE tiveram um número aproximado de 63 mil. Isso significa dizer que a cada novo posto de trabalho gerado por uma média e grande empresa, os micro e pequenos empreendimentos geram outros três novos postos de trabalho.

Apesar do atual momento crítico da pandemia no Brasil, o primeiro trimestre de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado, apresenta um cenário mais favorável. Entre os meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, as MPE foram responsáveis pela criação de quase 118 mil vagas, número considerado cinco vezes menor, e, por outro lado, as MGE tiveram um saldo negativo de um pouco mais de 94 mil novos empregos gerados, pois demitiram mais do que admitiram. Sendo assim, no primeiro trimestre deste ano, o total de novas contratações das MPE teve um aumento de 398%.

Sistema cooperativista aumenta empregos durante pandemia

Santa Catarina, mesmo com os reflexos da pandemia, manteve o menor indicador de desemprego do País – 5,3% no quarto trimestre de 2020 em comparação com os 13,9% da média nacional –, segundo dados do IBGE. O Estado encerrou o ano passado com 3,471 milhões de pessoas no mercado de trabalho e superou as vagas perdidas em virtude da pandemia.

A elevação das contratações e a manutenção dos empregos tiveram importante contribuição do sistema cooperativista catarinense. Conforme levantamento da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), as cooperativas contrataram 8,2% mais em 2020 e criaram 5.546 novos postos de trabalho. Ao todo, as 251 cooperativas registradas na entidade mantêm 73.332 empregos diretos. O ramo agropecuário é o que mais emprega (48.287), crédito (11.232), saúde (7.612), consumo (3.423), infraestrutura (1.995), transporte (714) e trabalho, produção de bens e serviços (69).

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!