Economia,Estadual,Geral,Tecnologia,Trânsito

Ford anuncia o fechamento de todas as suas fábricas no Brasil

Foto: Reprodução

A Ford anunciou nesta segunda-feira (11), por meio de comunicado aos investidores, que irá encerrar a produção de carros no Brasil neste ano. De acordo com a montadora, as fábricas de Taubaté, São Paulo, Camaçari, Bahia e de Horizonte, Ceará, serão fechadas.

Em 2019, a empresa norte-americana já havia anunciado o fim das atividades da fábrica de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Com a nova decisão comunicada nesta segunda-feira (11), a estimativa da companhia é que cerca de 5.000 funcionários na América do Sul sejam afetados. Segundo o comunicado emitido nesta segunda, a pandemia de covid-19 ampliou o subuso da capacidade manufatureira da empresa.

A produção deve parar imediatamente nas fábricas de Camaçari e Taubaté. No entanto, com o objetivo de dar suporte ao estoque de vendas de acordo, algumas partes da fábrica continuarão funcionando por alguns meses. Assim, os modelos Ka e EcoSport da montadora devem ter vendas interrompidas com o fim dos estoques. Já a planta da Troller, em Horizonte, Ceará, será fechada apenas no último trimestre de 2021.

“A Ford mantém assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de garantia e garantia para seus clientes no Brasil e na América do Sul. A empresa também manterá o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP), e sua sede regional em São Paulo “, afirma o comunicado da empresa.

De acordo com uma montadora, os consumidores da América do Sul devem ser atendidos pela produção vinda da Argentina, Uruguai e outros mercados. A empresa também informou que irá manter como atividades no centro de desenvolvimento na Bahia, a prova de testes e a sede em São Paulo. “Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, diz comunicado da empresa.

A Ford afirmou que deve trabalhar com os sindicatos para minimizar os impactos do encerramento da produção. “A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas ações são muito difíceis, mas necessária, para a criação de um negócio saudável e sustentável”, afirmou Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

Em 2020, a Ford representou 7,4% do mercado de automóveis no Brasil, segundo dados da Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de veículos.

O Ford Ka foi o 5º carro mais vendido no Brasil em 2020. Se somados os emplacamentos das versões hatch e sedã (Ka Plus) do Ka, o modelo teria sido o 2º mais vendido do país no ano passado. A marca torna a notícia ainda mais impressionante, já que é uma das primeiras vezes na história da indústria automotiva brasileira que uma montadora anuncia o fechamento da produção no país, mesmo com seus modelos figurando entre os top 5 mais vendidos no Brasil.

Ainda segundo os especialistas, o EcoSport, que também não será mais produzido em território nacional, foi um dos carros que inaugurou no Brasil e no mundo o conceito de SUV compacto – um dos modelos de maior sucesso de vendas na atualidade, não só no caso da Ford, como de outras montadoras.

 

Com Informações INFOMONEY