Saúde

Enfermeira do HMJ apresenta informações da Rede Cegonha

Foto: Divulgação

A enfermeira obstetra do Hospital e Maternidade Jaraguá, Roxane Machado Kaminski, apresentou aos vereadores na sessão de quinta-feira (27), por requerimento do vereador Ronaldo dos Santos, a Rede Cegonha e os números dos atendimentos realizados este ano. O programa do Governo Federal assegura às mulheres e filhos alguns direitos como parto e puerpério seguros e humanizados e o planejamento reprodutivo.

A adesão do Hospital e Maternidade Jaraguá ocorreu em 2013 e a partir daí teve de seguir várias diretrizes como acolhimento obstétrico com classificação de risco, inclusão do acompanhante de livre escolha na consulta e no parto, garantia de acesso às refeições ao acompanhante, oferta de métodos não farmacológicos de alívio da dor, abolição de intervenções desnecessárias no corpo da mulher e boas práticas na atenção ao recém-nascido.

No ano passado, a unidade hospitalar foi responsável por mais de 14 mil atendimentos obstétricos; em 2019, até maio, já são mais de 6,5 mil. Em 2018 foram realizados 3.209 partos, entre normais e cesariana, e em 2019, até maio, estava em 1.452. Todos esses números são referentes a pessoas com plano de saúde, SUS e atendimentos particulares. Roxane disse que o Hospital Jaraguá é referência na região do Vale do Itapocu, com vagas disponíveis em todos os momentos e com portas abertas às 24 horas do dia.