Agricultura,Economia,Geral,Meio Ambiente

Ciclone em SC: Agricultores terão acesso a financiamentos do Plano Safra com juro zero

Carla Nunes

Carla Nunes é jornalista e editora do JDV Digital. 

Os agricultores familiares de Santa Catarina, atingidos pelo ciclone bomba há um mês, poderão acessar crédito de custeio e investimento sem juros. A medida é possível com a combinação de esforços entre o governo federal e Governo do Estado. Nesta sexta-feira, 31, em videoconferência com os secretários da Agricultura de SC e Rio Grande do Sul, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, anunciou a redução de taxa de juros do Pronaf para 2,75% ao ano - valor totalmente coberto pelo Projeto Recupera SC - Menos Juros.

“Estamos muito felizes com essa medida do Ministério da Agricultura que traz um alento e uma forma efetiva de apoiar os agricultores que sofreram prejuízos. Em Santa Catarina, nós oferecemos ainda um subsídio para o pagamento de juros com recursos próprios do Governo do Estado. E com a redução de juros do Governo Federal nós poderemos atender ainda mais produtores”, destaca o secretário Ricardo de Gouvêa.

Os agricultores familiares enquadrados no Pronaf, cujas atividades foram prejudicadas pelo ciclone, poderão acessar o crédito de custeio e investimento com as taxas de juros mais baixas aplicadas ao programa (2,75% a.a.), no decorrer de todo o ano agrícola 2020/2021.

 

A redução de juros do Plano Safra possibilitará que mais produtores catarinenses sejam beneficiados pelo Projeto Recupera SC - Menos Juros, que prevê a subvenção aos juros dos financiamentos para reconstrução de sistemas produtivos atingidos pelo ciclone bomba.

Apoio do Governo do Estado

Em Santa Catarina, os produtores que acessarem o Plano Safra terão apoio da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural no pagamento de juros. O Programa Recupera SC - Menos Juros destinará R$ 3,6 milhões em oito anos para subvenção aos juros de financiamentos contraídos para recuperação de áreas atingidas pelo ciclone bomba.

“É importante destacar a rapidez no atendimento aos agricultores de Santa Catarina. Em menos de um mês, os programas já estão sendo operados. Isso é resultado de um grande esforço do Governo do Estado e da nossa equipe técnica. Em Santa Catarina, a Secretaria da Agricultura e a superintendência do Ministério da Agricultura estão fazendo ainda uma aproximação com os bancos para construir um entendimento único e agilizar a liberação desse crédito”, explica o secretário adjunto da Agricultura, Ricardo Miotto.

Com o Recupera-SC, os produtores rurais e pescadores poderão adquirir financiamentos junto aos agentes bancários, num limite de R$ 40 mil e com prazo de até oito anos para pagar. A Secretaria da Agricultura pagará os juros do investimento.

Poderão ser apoiados projetos de investimentos na recuperação dos sistemas produtivos afetados pelo ciclone, incluindo benfeitorias, embarcações, máquinas e equipamentos danificados.

Para participar do Projeto, os produtores rurais e pescadores devem ter renda bruta anual de até R$ 415 mil e morar nos municípios afetados pelo Ciclone Bomba, listados no Decreto Estadual nº 700/2000.

Impactos do ciclone bomba no agronegócio de Santa Catarina

Segundo levantamento da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), o ciclone que atingiu o estado no dia 30 de junho deixou prejuízos que passam de R$ 588,3 milhões no meio rural e pesqueiro de mais de 238 municípios.

Foram 44.255 estabelecimentos agropecuários e 1.771 pescadores e maricultores atingidos.

Notas

Partidos buscam mulheres para se lançarem em campanha - Com o veto às coligações proporcionais, partidos políticos têm feito uma corrida interna para ampliar o número de mulheres dispostas a se lançar em campanha. Como a nova regra obriga a partir deste ano que cada legenda tenha, de forma independente, ao menos 30% de nomes femininos nas urnas, partidos que não alcançarem esse percentual vão ter de barrar homens na eleição. Se a cota feminina não for alcançada, a lista de homens terá de ser reduzida na mesma medida e a chapa será então proporcional. Em eleições anteriores, quando a cota do gênero já estava valendo, mas o veto às coligações ainda não, os partidos se coligavam e valia a média de candidaturas femininas do bloco. Na prática, uma legenda podia salvar a outra. Agora é cada uma por si. E além de estabelecer uma percentagem mínima de candidaturas de mulheres, as regras eleitorais determinam que os partidos destinem ao menos 30% de sua verba do Fundo Eleitoral para as campanhas femininas. A corrida por mulheres candidatas está acontecendo em todos os partidos.

Escola de gastronomia organiza duas oficinas - O Chef Gourmet, escola de gastronomia sediada em Jaraguá do Sul, está organizando duas oficinas para capacitação de interessados no universo gastronômico. No dia 22, o chef e professor Gabriel Leoni fala sobre melhores cortes de legumes e verduras para várias preparações e também como congelá-los. Já nos dias 28 e 29, é a vez de a chef Dominique Conceição ensinar aos participantes os segredos da preparação de ovos de Páscoa. As inscrições podem ser feitas pelos telefones (47) 9 9115-8506 e 3055-0679. Para saber mais, basta acessar www.escolachefgourmet.com.br ou seguir as redes sociais da marca.

Secretaria de Saúde promove audiência pública - Os resultados do último quadrimestre serão apresentados à população pela Secretaria de Saúde de Massaranduba na segunda-feira (24), a partir das 9h30min, na Câmara de Vereadores. O relatório dará também os números consolidados do ano. A audiência é o meio pela qual a comunidade pode acompanhar a execução da programação anual da saúde relativos a 2019 e os principais detalhes sobre recebimentos e aplicação dos recursos financeiros e prestação de serviços.

CARNAVAL – O Clube Atlético Baependi promove no dia 25, terça-feira, o carnaval infantil a partir das 14h, com animação do Dj Xalinho e tendo como atração o Robô Led. No local haverá food truck. Evento gratuito para sócios e não sócios a R$ 5,00. Até cinco anos é livre.

Centenário realiza a festa de rei e rainha - A Sociedade Desportiva Recreativa Rio da Luz II – Salão Centenário, realiza no dia 22, sábado, a festa de rei e rainha com baile, a partir das 18h com a concentração dos sócios e uma hora depois a busca das majestades, Muriel Cristo e Jehnefen Tonello (rei e rainha), Natalício Shimanski, David Horongozo, Cecília Schimanski e Tânia Fischer (cavalheiros e princesas). Aldoir Oldenburg será o comandante. O baile começa às 20h30min com a Banda GBD, posteriormente o Grupo Chama e para finalizar a noitada, o Grupo Talagaço. O valor por participante é R$ 35,00 com direito ao buffet, duas horas de bebidas livre (cerveja, refrigerante e água) e impresso para o baile. Quem for apenas para o baile pagará R$ 15,00.