Últimas colunas

POLÍTICA & POLÍTICOS 30.05.2019

Passados seis anos do início das obras, em 2013, com grande foguetório do PT, os primeiros oito quilômetros da duplicação da BR-470, entre Gaspar e Ilhota, serão liberados ao tráfego na semana que vem. Provavelmente, quanto todo o trecho até Navegantes for concluído, o asfalto já estará detonado, do jeito que aconteceu com a BR-101 no Sul do Estado. A promessa é de que outros quatro quilômetros fiquem prontos ainda em 2019. De resto, até Indaial, tudo ainda é um mistério. Pior que isso, a BR-280, entre a BR-101 e Nereu Ramos, em Jaraguá do Sul, depois de cinco anos (começou em 2014) não tem um metro sequer concluído. Aliás, quem passa pelo trecho tem a impressão de ser só uma obra de revitalização dos acostamentos. Do "outro lado" da 101, até São Chico, só mesmo por milagre do Padre Aloisio Boeing

Por Celso Machado

POLÍTICAS & POLÍTICOS 29.05.2019

Os R$ 3,5 milhões anunciados como recursos da Defesa Civil Nacional para a recuperação da SC-108, em Guaramirim, foram reduzidos para R$ 2,7 milhões. Das duas uma: ou exageraram na previsão inicial de custos ou teremos ali mais uma obra pública meia boca como tantas outras. Alguém precisa explicar isso com muita clareza, coisa que subalternos não fizeram até agora. Por isso mesmo, se o primeiro convite feito ao governador Carlos Moisés (PSL) foi ignorado por conta de uma agenda (dele) destrambelhada à época, está na hora de convidá-lo de novo. Temos aqui na região uma penca de problemas que cabe ao Estado resolver.

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS 28.05.2019

Lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), no dia 14 deste mês, torna obrigatória a instalação banheiros químicos acessíveis para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida em eventos públicos ou privados. Nunca inferior a 5% do total disponibilizado. Legislação catarinense em vigor desde 2016, em projeto de lei de autoria do deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), já prevê o procedimento e foi citada como exemplo nacional. Em SC, a multa prevista em caso de não cumprimento é de R$ 2 mil, podendo o valor ser dobrado em caso de reincidência. A fiscalização da lei, ainda desconhecida pela maioria da população, é obrigação da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, que concedem os alvarás para os eventos públicos e privados. A estimativa é de 27,5% da população catarinense precisa destes banheiros adaptados.

Por Celso Machado

A Propósito 28.05.2019

Rolli Bruch descreve a foto: "Nos anos 1950, uma das diversões preferidas dos jovens empresários de Jaraguá do Sul era frequentar as noitadas dos Clubes de Bolão. A foto mostra integrantes do extinto Clube de Bolão Baependi, jovens e promissores empresários e executivos, que, com os anos, foram a base do desenvolvimento industrial e comercial de nossa região. Até os anos 1950, nossas indústrias eram predominantemente ligadas a produtos agropecuários. Em pé, da esquerda para direita: Loreno Marcatto, Heinz Rodolfo Kohlbach, Willy Laufer, Edite da Silva (rainha do Clube), irmã de Eggon e Eugênio da Silva), Walter Carlos Hertel (Bubi, expedicionário), Heinrich Geffert, José Narloch e Hans Breithaupt. Agachados: Geraldo Marquardt, Durval Marcatto, Osvaldo Heusi, Raimundo Emmendoerfer, Eugênio Victor Schmöckel e Eugênio da Silva. Só para lembrar: Heinz Kohlbach, na ocasião, começava a produzir motores nos fundos de sua loja. E Eggon João da Silva ainda era funcionário do Banco Indústria e Comércio". Do editor: Fundado em 1934 por Irineu Bornhausen (Itajaí) e Otto Renaux (Brusque), o Banco INCO operou até 1968, quando foi adquirido pelo Bradesco. (Fonte: Antigamente em Jaraguá do Sul/postado por Rolli Bruch)

Por Celso Machado

Menos uma de amar, uma ao mar.

O Mar sempre tem bons conselhos a dar e entre uma onda e outra nos entendemos, dessa vez ele me disse algo que eu quero dividir com você.

Por Carla Nunes

O amor segundo os jornalistas

O lead da vida é o amor, mas o leitor pode perguntar o que é o lead?? E é justa essa interrogação, porque sem ter clareza do seu significado este texto não fará sentido. Mas não se preocupe, vem comigo que no caminho eu te explico...

Por Carla Nunes

No Mundo da Lua

Aceita um café com gatos? Pode parecer estranho para muitos, mas você sabia que no Brasil já existem cafeterias que adotaram o conceito Cat Coffee? Surgido na Ásia, mais precisamente no Japão, onde os bichanos circulam livremente pelas mesas e interagem com os humanos, essa nova tendência de mercado tem conquistado cada vez mais a parcela da população que se autodeclara apaixonada por gatos.

Por Sônia Pillon

A Propósito

A foto, supõe-se que de 1940, mostra a passagem da comitiva do presidente Getúlio Vargas por Guaramirim rumo a Curitiba, depois de uma visita a Joinville, onde foi conhecer o parque industrial de uma cidade onde se trabalha. Entre os anos de 1937 e 1945, os sindicatos trabalhavam na propagação dos planos de Getúlio, incitando seus filiados a apoiarem as políticas nacionalistas do presidente-ditador. Que proibiu que se falasse no país outro idioma que não o português. O 1º Congresso dos Operários, em 1934, homenageou o gaúcho Lindolfo Collor, farmacêutico e jornalista (avô do ex-presidente Fernando Collor de Mello), filiado ao Partido Republicano, que seria, mais tarde, o ministro do Trabalho de Getúlio, a maior liderança política do PTB até hoje. Leia mais:

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS

1ª de hoje: Dilma Rousseff (PT) e Fernando Collor de Mello (PROS), mesmo perdendo os mandatos por conta de processos de impeachment, tiveram os benefícios mantidos. Criadas em 1986 pela Lei nº 7.474, durante o governo de José Sarney (MDB), as mordomias foram ampliadas pelo Decreto 6.381, editado por Luis Inácio Lula da Silva que, mesmo preso, segue contemplado. Leia mais:

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS

Lei dos canudos; Adeus de Merísio ao PSD; Resultado da reunião da Frente Parlamentar Catarinense em Araquari; Fim das férias parlamentares; E outros assuntos...

Por Celso Machado

É preciso evoluir

Quem não se comunica, se trumbica, dizia José Abelardo Barbosa de Medeiros, o popular Chacrinha, um dos maiores apresentadores de programas de auditório do rádio e da televisão no Brasil entre as décadas de 1950 e 1980.De fato, nada mais verdadeiro e atual.

Por Celso Machado

Domingo de Ramos

"Jesus entra em Jerusalém. A multidão dos discípulos acompanha-o em festa, os mantos são estendidos diante dEle, fala-se dos prodígios que realizou, ergue-se um grito de louvor: «Bendito seja o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas!»" (Lc 19, 38).Multidão, festa, louvor, bênção, paz: respira-se um clima de alegria.

Por Denise M. Peixer Safanelli (in memorian)
1 ... 4 5 6 7