Turistando

Rodrigo Ademir da Silva e Elvira Maria Radwanski

Ver artigos

Baby Shark thu, ru, ru, ru, baby.... Opa, voltamos de volta e em definitivo pra esse dia especial chamado sexta-feira. O dia de pensar maldades, como fugir da dieta, entornar um balde de gelada ou mesmo hibernar até segunda feira ou a próxima volta de Jesus (o que vier antes). Por isso espia aqui que essa bagaça está fumegante e vai ajudar a dar uma melhorada no seu astral pra esse findi.

INDO

Sem lenço e com documento contrariando a Tropicália, já pode-se dar uma voltinha no litoral. O sol do verão já está nos agraciando com amostras grátis do que vai ser a sensação de quando o Segundo Sol chegar. Por enquanto é só pra ir tirando o mofo mesmo que logo logo o verão está aí pra nos fazer sentir saudades do inverno.

VINDO

10ª Codornada em Corupá. Começa amanhã às 19h30, ao valor de R$50,00 numa promoção da Associação Empresarial. Será no Seminário e terão bailão após a janta. Tirando para as codornas, o convite está imperdível.

DEGUSTANDO E TRADUZINDO

Bigoli, tortei, chimia, grostoli e guarapa. Não, não é nome de ninhada de gato. É comida bem regional de Santa Catarina que você só encontra aqui no sul do país. E mesmo que ache em outro lugar, não é nem de perto parecido com o sabor nativo dessas nossas iguarias.

Espaguete, talharim, conglione é entrada perto do nosso famoso BIGOLI. A massa caseira, feita no rolo, com ovo caipira acompanhada de um molho bolonhesa é inigualável.

Rondelli, nhoque, canelloni passam despercebidos no recheio e na massa do TORTEI, receitas passadas de geração em geração com as melhores adaptações feitas pelas famílias mais tradicionais.

Ovo poché, galado, estrelado, benedict ou omelete não passam nem perto do sabor, aroma e textura de uma CHIMIA feita na frigideira com ovo, açúcar e nata. Com segredo de preparo tão simples que se aprende desde criança, mas que confunde fácil grandes chefes de cozinha.

O GROSTOLI é uma gostosura raiz. Não tem bem-casado, pão de mel, alfajor ou cookie que alcance a popularidade e o prazer de devorar uma boa orelha de gato acompanhado de café com leite numa tarde de inverno.

Quanto a bebida mais refrescante, energética e pitoresca o CALDO DE CANA, mais conhecido como GUARAPA, não tem concorrente. Harmoniza com todos os salgados de estufa e não tem contra indicações. Não precisa adoçar, temperar, cozinhar e muito menos bater no liquidificador. Extraído o bagaço o líquido está pronto. De tão nobre não dá pra armazenar, alcoolizar, fermentar, destilar ou frutar. Se transformar, muda de nome, essência e sabor.

PARTINDO

"Boa noite" Bonemer, o Willian. Ao final do Jornal Nacional todas as noites em tradição jubilar.

Ouse, inspire-se, sonhe e realize. Um bom dia, uma boa tarde ou uma boa noite dependem única e exclusivamente de cada um de nós. Assuma o controle de sua vida.

#sextoueturistou

Notas

PLANO DIRETOR - A Prefeitura de Guaramirim, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano realizou ontem (6), a penúltima audiência pública de apresentação do Plano Diretor. O próximo (e último) acontece no dia 13 de novembro, na Câmara de Vereadores. Com ela, fecha as cinco audiências previamente programadas, onde os participantes se envolvem e discutem sobre este instrumento norteador da política de desenvolvimento municipal.

Vereador quer áreas de alagamentos mapeadas - O vereador Celestino Klinkoski mostrou preocupação com os alagamentos causados pelas chuvas do último final de semana em Jaraguá do Sul. Segundo ele, o volume de precipitação chegou a 55 mm no domingo à tarde e vários pontos da cidade sofreram com a água. Ele citou como exemplo um local no bairro Rio da Luz onde os moradores ficaram isolados por conta da enchente. O parlamentar lembra que já pediu à Prefeitura que restaure a tubulação da localidade e que troque por tubos novos, porém não foi atendido.

Klinkoski sugeriu que o município faça um trabalho de identificação dos locais de maior risco de alagamento. A partir desse mapeamento, a Secretaria de Obras poderá realizar a limpeza das tubulações e as obras de drenagem para evitar novos transtornos. O vereador também pede que a população ligue na Ouvidoria da Prefeitura (0800 642 0156) para que se possa fazer o mapeamento. Ele alerta que essa foi a primeira grande chuva que ocorreu neste semestre e que há muitas outras por vir com o verão que está por vir.

Estado vai duplicar trecho da SC-108 na região de Joinville - A ordem de serviço para início da obra de restauração e duplicação da SC-108, em Joinville foi assinada na terça-feira (5) pelo secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler. A iniciativa faz parte do programa Novos Rumos, um pacote de intervenções estratégicas do Governo do Estado para melhorar a infraestrutura catarinense.

O trecho, de pouco mais de 5 quilômetros, liga a BR-102 ao Distrito Industrial de Joinville onde estão localizadas mais de 200 empresas. O processo licitatório começou em 2017, mas só foi finalizado em 2018, aguardando desde então a ordem de serviço.

Atualmente sem qualquer manutenção, é por este trecho da rodovia que escoa boa parte da produção industrial do município. As obras se estenderão do entroncamento da BR-101 até a Rua Tenente Antônio João, passando pelas Ruas Hans Dieter Schmidt e Edgar Nelson Meister, e o acesso à Rua Dona Francisca.

 

Tubulação maior para escoamento - O vereador Arlindo Rincos (PSD) criticou a Administração Municipal em continuar implantando tubos de 40 centímetros em vias estruturais do município. Ele mostrou imagens que moradores fizeram no último final de semana mostrando alagamentos em vários pontos de Jaraguá do Sul. Segundo ele, as ruas foram alagadas com menos de meia hora de chuva intensa. Rincos lembrou que ele foi autor de um projeto de lei que proibia o município de implantar tubos com menos de 80cm nas vias estruturais da cidade, porém o projeto não foi aprovado porque esta é uma matéria em que apenas o Executivo pode deliberar. Ele pediu que a Prefeitura envie um projeto nos mesmos moldes para a Câmara, lembrando que o custo não sofre grandes variações pela bitola dos tubos.

Juraszek informa compra de saibreira - O vereador Eugênio Juraszek anunciou que o projeto de lei que vai permitir à Prefeitura comprar uma saibreira no Garibaldi na Câmara, o que vai possibilitar a retirada do material para a macadamização das ruas, principalmente nas áreas rurais. A ideia, segundo disse, é que o projeto seja votado ainda na sessão de quinta-feira (7). Juraszek observou que a luta para a aquisição é de oito anos, pelo menos. Outra observação refere-se à análise prévia do solo nas ruas que recebem pavimentação, o que dá segurança de que a deterioração não ocorra como até então.

 

Agenda

Ver todos