POLÍTICA & POLÍTICOS

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

É bem isso!

O comerciante Antônio Carlos da Silva, dono da Casa de Carnes Aline, que funciona no Bairro São João, em Itajaí, resolveu esclarecer aos clientes que a culpa pela alta da carne bovina, em alguns casos de até 100%, não é dele. E, sim do fornecedor, que aproveitando a exportação extraordinária para países como a China, também sobe o preço por conta da baixa oferta no mercado interno regional. Deu, como exemplo o acém. De uma semana para outra, o frigorífico majorou o quilo, de R$ 10,00 para R$ 19,00. De fato, em um país de aproveitadores sem escrúpulos, como é o nosso Brasil, batata em excesso derruba o preço. Mas com procura maior que a oferta, sai de baixo! Quem pode, paga. Quem não pode, não come.

Novidade? Em construção há cerca de oito anos, o Centro de Educação Profissional de Guaramirim não fica pronto em 2019 como tinha dito o secretário estadual da Educação. Agora, o novo prazo é “o ano que vem”. A parte elétrica, depois que toda a fiação foi roubada, começa a ser reposta “nos próximos dias” a um custo de R$ 128 mil. Mas, pior que isso, é não se saber, ainda, quem vai gerenciar o CEDUP, os cursos oferecidos e quando abrirá as portas.

Rodovias- "Projeto Recuperar", parceria entre Estado e municípios para revitalizar rodovias estaduais na maioria em frangalhos, pode entrar em prática na região do Itapocu ainda em dezembro. Com investimentos ao redor de R$ 805 mil, incluído o custo de empresa que traçará um diagnóstico da malha viária. A prioridade será a SC-108, entre Guaramirim e Massaranduba, e a 415, em São Francisco do Sul. Mas será só uma operação “tapa-buracos”. Como sempre.

Rir ou chorar? Deputados estaduais cobram do governador Carlos Moisés (PSL) o pagamento das tais emendas parlamentares, obrigatórias diga-se, porque eles mesmos assim o decidiram na legislatura passada. Para fazer política de varejo em suas bases eleitorais, como o fazem os federais e senadores. Em 2020, R$ 15 milhões para cada um dos 40 deputados da AL. Em Brasília, R$ 9,5 bilhões para deputados federais e senadores. Tudo na nossa conta, é claro.

Mentiras- Quando um deputado ou senador disser a você, leitor e eleitor, que abriu mão de alguma vantagem em favor de instituições beneficentes ou de cunho comunitário, tenha a certeza de que ele mente. Porque, na verdade, resgata tudo e muitos, o tempo todo, em notas de despesas que são automaticamente pagas pelo caixa do Congresso. O controle de gastos dos parlamentares é zero. Dentro do limite mensal dos valores repassados, embolsam o que podem.

Nome forte- Pelo andar da carruagem, se Carlos Moisés (PSL) resolver disputar uma reeleição em 2022, terá pela frente ao menos um adversário de respeito: é o senador Jorginho Mello (PL), hoje nome 100% estadualizado. E dono de respeitável votação (1.179.757) nas eleições de 2018, atrás apenas de Esperidião Amin (PP), o mais votado, com 1.226.064 milhão de votos.

O palhaço- Em 2017, o humorista, palhaço e deputado federal, Francisco Everardo Oliveira, Silva, o Tiririca (PL), fez seu primeiro discurso na Câmara onde já estava desde 2010. Dizendo-se “envergonhado” com tudo o que tinha visto lá e jurando que nunca mais seria candidato. Mas no ano passado foi eleito pela terceira vez por São Paulo, com cerca de 500 mil votos. Agora ele é investigado pelo Ministério Público que apura o uso indevido da verba de gabinete em viagens com destinos outros que não SP, seu domicílio eleitoral, como manda o regimento interno da Câmara. Para o Ceará, por exemplo, seu estado natal, onde faz shows com frequência. Este ano ele já gastou R$ 70 mil de dinheiro público (e admitiu) em voos de Brasília para Fortaleza. Ao contrário do que dizia na campanha, pior do que está pode, sim, ficar. Ele próprio é um exemplo disso.

Previdência 1- A reforma Previdenciária encaminhada aos deputados pelo governador Carlos Moisés (PSL) aumenta a idade mínima exigida para a aposentadoria voluntária dos servidores. Das mulheres, passa de 55 para 62 anos, enquanto entre os homens, a idade passa de 60 para 65 anos. Além disso, a exigência de 25 anos de contribuição, 10 anos de efetivo exercício no serviço público e cinco anos no cargo de provimento efetivo em que for concedida a aposentadoria.

Previdência 2- O déficit de R$ 784 milhões anuais, em 2008, saltou para R$ 3,8 bilhões em 2018, com a expectativa, de R$ 4 bilhões em 2019. Maior que os recursos da Saúde e Educação. Em 2018, enquanto a Previdência levou R$ 6,43 bilhões, a Educação recebeu R$ 3,73 bilhões e a Saúde, R$ 3,74 bilhões. As pessoas estão vivendo mais, alega o governador, hoje com 52 anos. Que se aposentou aos 48 anos como coronel dos bombeiros militares. Com salário de R$ 26 mil.

Notas

Amanhã é dia de cuca na Comunidade Evangélica Luterana da Vila Lenzi, das 6h às 11h. Mais informações e encomendas pelo telefone: (47) 3275-3063.

 

Na tarde desta quarta-feira (11), o deputado federal Carlos Chiodini, junto com o prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Lunelli, e o secretário de Administração do município, Argos Burgardt, se reuniram com o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), André Kuhn, para solicitar a recuperação da malha viária da entrada de Jaraguá do Sul. Para o deputado, a obra estruturante de aproximadamente R$ 2 milhões é de extrema importância e vai melhorar o principal acesso à cidade.

 

Alunas destaques do concurso CDL na Escola são premiadas - A CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul entregou kits escolares para alunas e professoras vencedoras da etapa municipal do concurso CDL na Escola 2019. A iniciativa é uma parceria com a FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina), com apoio do Sicoob Cejascred. A aluna vencedora na categoria Redação foi Monize Eger D' Oliveira, do 9º ano da Escola Alberto Bauer, com apoio da professora Salete Miriam Coelho. Já na categoria Desenho, quem ganhou o prêmio foi Júlia Vicentin Pereira, do 4º ano da Escola Anna Töwe Nagel, com apoio da professora Andréia J. Renta. Além da premiação com os kits enviados pela FCDL, as alunas e professoras ganharam tablets doados pelo Sicoob Cejascred.

Centro de Especialidades Odontológicas terá um novo local - Está assegurado o valor de R$ 710 mil para reforço do orçamento do Fundo Municipal de Saúde para atender despesas com a implantação do Centro de Especialidades Odontológicas, no bairro Vila Lenzi. A iniciativa objetiva ampliar e manter a oferta física da rede de atendimento individual em especialidades odontológicas disponibilizando à comunidade maior acesso aos serviços de saúde. O crédito especial decorre da necessidade de se promover a desapropriação de imóvel para a implantação do Centro de Especialidades Odontológicas. O CEO sairá do Centro Vida, onde está instalado em local acanhado para o tamanho da demanda, para um espaço próprio próximo a unidade básica de saúde da Vila Lenzi.

Jogos Abertos provocam mudanças no calendário escolar 2020 - O vereador e professor Arlindo Rincos manifestou a sua preocupação em relação ao calendário escolar de 2020, em conversa com a secretária da Educação, Ivana Atanásio Dias. Devido à realização dos 60ºs Jogos Abertos de Santa Catarina, as férias do meio do ano foram alteradas para novembro, mês de realização do evento poliesportivo em Jaraguá do Sul. A preocupação, segundo disse, se deve ao cansaço e o desgaste que as crianças vão ter com um período tão longo de aulas. Ele também afirmou que os pais contam com as férias no meio do ano para programar viagens e folgas nas empresas onde trabalham. Segundo o parlamentar, as férias do final do ano também serão prejudicadas, já que o período letivo vai se estender até o dia 23 de dezembro. Devido aos Jasc, as escolas vão servir de alojamento aos atletas que virão de todo o Estado. O vereador sugeriu a antecipação da abertura do ano letivo em uma semana, mas em face da escala de férias dos professores, a sugestão não pode ser acatada.