POLÍTICA & POLÍTICOS

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

Em defesa dos consumidores - Assembleia Legislativa deve votar hoje (22) projeto de lei do deputado Vicente Caropreso (PSDB), obrigando fornecedores de bens e serviços a manter em seus sites e aplicativos uma opção por escrito para reclamações, cancelamentos ou renegociações. Em defesa do consumidor. Mas, enfrenta resistência de empreendedores de micro e pequenas empresas e individuais, que contestam. Alegando que já existem leis que protegem o consumidor. Há, sem dúvidas, boa legislação pertinente, porém nem sempre aplicada, ou de conhecimento público. Aprimorar garantias, neste caso, é um avanço.

Valendo- Passados seis anos do anúncio feito pelo ex-governador Raimundo Colombo (PSD) sobre contratação de PMs e bombeiros militares aposentados como agentes de segurança para guarda do patrimônio público, a Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei neste sentido do deputado Nazareno Martins (PSB). Porque o custo é menor que a contratação de empresas terceirizadas. A lei já foi sancionada pelo governador Carlos Moisés (PSL).

Eleição 2020 1- Além do que se configura em Jaraguá do Sul na disputa pela Prefeitura em 2020- Antídio Lunelli (MDB) à reeleição e Fábio Schiochet (PSL) como um provável oponente, em outros municípios da região a eleição majoritária ainda é uma icógnita. Em Guaramirim, Luiz Antônio Chiodini (PP) não garante disputar um segundo mandato.

Eleição 2020 2- Em Corupá, João Gottardi (PSD) ainda não se decidiu pela reeleição. Em Massaranduba, por enquanto, não há um nome forte para concorrer com Sesar Tassi (MDB). Em Schroeder, Osvaldo Jurck (PSDB) está fora da disputa. Foi reeleito em 2016. Resumindo, há um ano das eleições majoritárias municipais o eleitor ainda não tem novos referenciais.

Vai esperando- As obras de recuperação da pista da SC-108, em Guaramirim, se arrastam. Nada além do costumeiro quando se trata de obra pública do Estado. Aliás, o prazo de trinta dias anunciado pelo governador Carlos Moisés (PSL) para começar o projeto de duplicação e revitalização do trecho urbano da BR-280, entre Guaramirim e Jaraguá do Sul também já expirou.

A mínima possibilidade de Santa Catarina ter como candidato a senador em 2022 um dos filhos de Jair Bolsonaro (PSL) já provoca insônia em alguns dos nossos políticos profissionais. Vereador pelo Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro já disse, repetidas vezes, que ao término do mandato pode mudar para Florianópolis onde mora a namorada Paula Bramont. Mas tudo dependerá do governo do pai e do volume de recursos federais para o Estado.

Sem coligações- Por conta da proibição de coligações nas eleições proporcionais a partir de 2020, os partidos devem lançar muito mais candidatos que em eleições passadas. Isso porque os votos só vão valer para candidatos de um mesmo partido. Eleger-se às custas de legenda fruto de alianças, como ocorreu até 2018, é página virada. Exceto em eleições consideradas como majoritárias (governador, prefeito e presidente da República), agora é cada um por si e salve-se quem puder.

Morro abaixo - As eleições para vereador em 2020, sem coligações, seguramente vão desenhar um novo quadro partidário no país. Com a chamada cláusula de barreira, políticos mais experimentados acreditam que o resultado das urnas provocará um verdadeiro extermínio de partidos de ocasião, já que a maioria não alcançará o mínimo de votos necessários para continuar existindo. Hoje, são mais de 30.

Da boca pra fora - Deputado Celso Maldaner preside o diretório estadual do MDB. Décio Lima reeleito para comandar o PT. Com a morte do ex-deputado Marco Tebaldi, o ex-governador Leonel Pavan é cotado para assumir o PSDB. Deputado estadual Milton Hobbus, ex-prefeito de Rio do Sul, preside o PSD. São só alguns exemplos da tal “renovação” pregada em ano pré-eleitoral. Aqui no Vale também é um faz de conta. Ninguém cresce à sombra deles.

Notas

PLANO DIRETOR - A Prefeitura de Guaramirim, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano realizou ontem (6), a penúltima audiência pública de apresentação do Plano Diretor. O próximo (e último) acontece no dia 13 de novembro, na Câmara de Vereadores. Com ela, fecha as cinco audiências previamente programadas, onde os participantes se envolvem e discutem sobre este instrumento norteador da política de desenvolvimento municipal.

Vereador quer áreas de alagamentos mapeadas - O vereador Celestino Klinkoski mostrou preocupação com os alagamentos causados pelas chuvas do último final de semana em Jaraguá do Sul. Segundo ele, o volume de precipitação chegou a 55 mm no domingo à tarde e vários pontos da cidade sofreram com a água. Ele citou como exemplo um local no bairro Rio da Luz onde os moradores ficaram isolados por conta da enchente. O parlamentar lembra que já pediu à Prefeitura que restaure a tubulação da localidade e que troque por tubos novos, porém não foi atendido.

Klinkoski sugeriu que o município faça um trabalho de identificação dos locais de maior risco de alagamento. A partir desse mapeamento, a Secretaria de Obras poderá realizar a limpeza das tubulações e as obras de drenagem para evitar novos transtornos. O vereador também pede que a população ligue na Ouvidoria da Prefeitura (0800 642 0156) para que se possa fazer o mapeamento. Ele alerta que essa foi a primeira grande chuva que ocorreu neste semestre e que há muitas outras por vir com o verão que está por vir.

Estado vai duplicar trecho da SC-108 na região de Joinville - A ordem de serviço para início da obra de restauração e duplicação da SC-108, em Joinville foi assinada na terça-feira (5) pelo secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler. A iniciativa faz parte do programa Novos Rumos, um pacote de intervenções estratégicas do Governo do Estado para melhorar a infraestrutura catarinense.

O trecho, de pouco mais de 5 quilômetros, liga a BR-102 ao Distrito Industrial de Joinville onde estão localizadas mais de 200 empresas. O processo licitatório começou em 2017, mas só foi finalizado em 2018, aguardando desde então a ordem de serviço.

Atualmente sem qualquer manutenção, é por este trecho da rodovia que escoa boa parte da produção industrial do município. As obras se estenderão do entroncamento da BR-101 até a Rua Tenente Antônio João, passando pelas Ruas Hans Dieter Schmidt e Edgar Nelson Meister, e o acesso à Rua Dona Francisca.

 

Tubulação maior para escoamento - O vereador Arlindo Rincos (PSD) criticou a Administração Municipal em continuar implantando tubos de 40 centímetros em vias estruturais do município. Ele mostrou imagens que moradores fizeram no último final de semana mostrando alagamentos em vários pontos de Jaraguá do Sul. Segundo ele, as ruas foram alagadas com menos de meia hora de chuva intensa. Rincos lembrou que ele foi autor de um projeto de lei que proibia o município de implantar tubos com menos de 80cm nas vias estruturais da cidade, porém o projeto não foi aprovado porque esta é uma matéria em que apenas o Executivo pode deliberar. Ele pediu que a Prefeitura envie um projeto nos mesmos moldes para a Câmara, lembrando que o custo não sofre grandes variações pela bitola dos tubos.

Juraszek informa compra de saibreira - O vereador Eugênio Juraszek anunciou que o projeto de lei que vai permitir à Prefeitura comprar uma saibreira no Garibaldi na Câmara, o que vai possibilitar a retirada do material para a macadamização das ruas, principalmente nas áreas rurais. A ideia, segundo disse, é que o projeto seja votado ainda na sessão de quinta-feira (7). Juraszek observou que a luta para a aquisição é de oito anos, pelo menos. Outra observação refere-se à análise prévia do solo nas ruas que recebem pavimentação, o que dá segurança de que a deterioração não ocorra como até então.

 

Agenda

Ver todos