POLÍTICA & POLÍTICOS 30.05.2019

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA

Passados seis anos do início das obras, em 2013, com grande foguetório do PT, os primeiros oito quilômetros da duplicação da BR-470, entre Gaspar e Ilhota, serão liberados ao tráfego na semana que vem. Provavelmente, quanto todo o trecho até Navegantes for concluído, o asfalto já estará detonado, do jeito que aconteceu com a BR-101 no Sul do Estado. A promessa é de que outros quatro quilômetros fiquem prontos ainda em 2019. De resto, até Indaial, tudo ainda é um mistério. Pior que isso, a BR-280, entre a BR-101 e Nereu Ramos, em Jaraguá do Sul, depois de cinco anos (começou em 2014) não tem um metro sequer concluído. Aliás, quem passa pelo trecho tem a impressão de ser só uma obra de revitalização dos acostamentos. Do “outro lado” da 101, até São Chico, só mesmo por milagre do Padre Aloisio Boeing.

FGTS 1 - Sobre questionamentos do vereador Charles Longhi (MDB), a respeito dos critérios adotados para liberação do FGTS às famílias atingidas pelas fortes chuvas de fevereiro, o diretor da Defesa Civil de Guaramirim, Ezequiel de Souza, mandou ofício ao presidente da Câmara, Osni Bylaardt (MDB). Souza explica que, num primeiro momento, procedeu-se ao cadastro das pessoas que se disseram prejudicadas, originando a primeira lista de acesso ao FGTS.

FGTS 2 - Depois, ainda segundo Ezequiel, “foram adicionados todos os cadastros de munícipes que, de alguma forma, sob as penas da lei, declararam terem sido atingidos”. A magnitude do evento, prossegue o chefe da Defesa Civil, não foi tão considerável a ponto de permitir o enquadramento legal para declaração de calamidade pública, o que daria a todos os cidadãos o direito de acesso ao FGTS. É bom lembrar que cabe à Caixa a liberação do dinheiro e não ao município. Que apenas ajuda a acelerar o processo.

FGTS 3 - As chuvas registradas em fevereiro provocaram o desabamento de um trecho da SC-108, na região de Vila Freitas. Como consequência imediata, 10 casas foram destruídas e outras 68 interditadas pela Defesa Civil. Porém, com termos de responsabilidade devidamente assinados, as muitas famílias continuam lá. Em outros pontos houve mais 34 deslizamentos de terra significativos. Ah, só para lembrar: ontem (29) fez 100 dias de interdição da rodovia. A obra é de responsabilidade do Estado.

IPTU 1 - Vereador Silvio Cetti (PSC) de Gaspar, tem projeto de lei propondo que o contribuinte do IPTU abra mão dos 15% de desconto oferecidos no pagamento à vista (R$ 6,4 milhões em 2019) e que a Prefeitura repasse os valores ao caixa do único hospital da cidade. Cetti, que é médico e trabalha no hospital desde 2003, defende usar o dinheiro na construção de uma UTI. Se a a lei já estivesse em vigor, o Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro receberia este ano R$ 1,1 milhão.

IPTU 2 - Em Timbó, lei idêntica aprovada pela Câmara de Vereadores em 2014 já rendeu R$ 3 milhões para o Hospital e Maternidade Oase. O dinheiro foi usado na construção de uma UTI para adultos inaugurada em 2017. Com esses recursos (lá o pagamento a vista dá 10% de desconto) atualmente o hospital está construindo uma UTI neonatal e a sede da Rede Feminina de Combate ao Câncer. Boas ideias existem para ser copiadas.

Um crime - A prática é tão antiga quanto “andar para frente”, mas o deputado Felipe Estevão (PSL) quer, por lei, preservar futuros compradores de veículos usados de fraude comum: a adulteração dos hodômetros, reduzindo a quilometragem original. E induzindo à compra de veículos fraudados, até com riscos de morte diante do desgaste das peças em decorrência da quilometragem original maquiada. Estevão é pastor, músico e youtuber em Laguna.

Oremos - “Eu vim para a Alesc para atender às demandas do eleitor, já de saco cheio dos antigos políticos, do descaso com o dinheiro público e a corrupção. Vim para dar respostas aos que me elegeram. E combater a corrupção é uma delas”. Discurso do deputado Jessé Lopes (PSL), que na terça-feira(28), instalou a Frente Parlamentar Contra a Corrupção na Assembleia. Jessé é dentista em Criciúma.