POLÍTICA & POLÍTICOS 03.07.2019

Celso Machado

Nascido em Blumenau, 68 anos, 53 de profissão, incluindo passagens pelo rádio. E em jornais diários como A Notícia (Joinville), Jornal de Santa Catarina (Blumenau) e O Correio do Povo (Jaraguá do Sul).

Ver artigos

O general reage - “O ministro Sérgio Moro teve a coragem de abandonar 22 anos de magistratura para se entregar à Pátria, mesmo perdendo salário. E este homem está sendo colocado na parede para tirar da cadeia um bando de canalhas que afundaram o nosso país”. O discurso, com endereço certo, é do general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional durante manifestação domingo (30) em Brasília a favor do governo e do ministro. Há cerca de duas semanas, o general chamou o ex-presidente Lula de “canalha”, sugerindo pena de prisão perpétua do líder do PT. Para o general- e, diga-se, para expressivo contingente da população- Moro é um herói “que querem colocar na condição de acusado e julgado, ao invés de juiz, invertendo os papéis”.

Sofrência - Apelo de Jaime Negherbon (MDB), vice-prefeito no governo de Diter Janssen (PP), à Prefeitura: disse que a poeira com a passagem de veículos na estrada da Tifa Germano, no Garibaldi, é tanta que produtores de banana estão no prejuízo. Os cachos mais parecem feitos de barro. Não é fato isolado na região do Itapocu onde, em pleno século 21, centenas de famílias ainda não têm ruas pavimentadas, água potável, telefonia, transporte público, atendimento contínuo em saúde e, quiçá, energia elétrica.

Consequências - Por conta de dívidas do IPTU, oito imóveis localizados na Vila Lenzi, Água Verde, Centro, Rio Cerro I, Czerniewicz, Barra do Rio Cerro e Ilha da Figueira serão leiloados pela Vara da Fazenda entre 8 e 18 de julho. Variam de R$ 140 mil a R$ 700 mil. Em tempo: ter só um imóvel não livra a cara do devedor, lembra o Procurador do Município, Jailson Silveira. Informações e lances: http://www.agencialeilao.com.br/lotes/lista_lotes/1031.

Novidade? - Depois do habitual falatório pós eleição, conhecidos deputados eleitos em 2018 esgotaram o discurso pirotécnico sobre ideias e projetos para mudar Santa Catarina e o Brasil. Andam mais calados que passarinho quando muda as penas. Limitam-se a postar nas redes sociais textinhos água com açúcar e fotos de tapinhas nas costas dos financiadores de campanhas e eleitores menos avisados ainda hipnotizados com promessas ouvidas em 2018.

Sérgio Moro - Ministro da Justiça, Sérgio Moro, vai a Tubarão no sábado (6) onde faz palestra na Universidade do Sul. Prevendo-se público extraordinário para ouvir aquele que é considerado o inimigo número 1 dos corruptos que depredaram as finanças do país em roubalheiras nos últimos 20 anos. E da bandidagem de todo tipo. Dados do Instituto Paraná indicam que 60% dos entrevistados querem Moro como ministro do STF. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) já disse que vai colocá-lo lá na primeira oportunidade.

Engenheiros - A secretaria estadual da Infraestrutura e Mobilidade contratou 37 novos engenheiros. Com a função principal de fiscalizar obras do Estado. São 30 engenheiros civis, dos quais 16 lotados em Florianópolis, Joaçaba, Chapecó, São Miguel do Oeste, Blumenau, Lages, Criciúma e Joinville. Outros 21 atuarão na própria Secretaria. Por enquanto, não farão falta aqui no Vale, mesmo porque aqui não há nada para fiscalizar.

Valendo - Para quem não sabe, em março o prefeito Antídio Lunelli (MDB) sancionou lei aprovada pela Câmara transferindo o feriado de 25 de julho, uma quinta-feira (fundação da cidade) para segunda-feira, dia 29. E assim será sempre quando o feriado cair em dia útil, evitando que as indústrias parem, no meio da semana. E, diga-se, muito bom para os empregados, que podem emendar o fim de semana.

Inovando - A sede do diretório estadual do MDB, em Florianópolis, vai ser, também, uma central de apoio logístico a vereadores, prefeitos e lideranças do partido que precisam ir à Capital resolver demandas dos municípios. De olho nas eleições de 2020, o presidente, deputado federal Celso Maldaner, também projeta 36 coordenadorias regionais nos moldes daquelas criadas em 2003 pelo ex-governador Luiz Henrique da Silveira (MDB). No sábado (6) o partido se reúne em Curitibanos para recriar a Associação dos Prefeitos e Vices do MDB.

Amoêdo - Também sábado (6) é esperado em Florianópolis o presidente nacional do Partido Novo, João Amoêdo, quinto colocado entre 13 candidatos na disputa presidencial de 2018 com 2 679 milhões de votos. Mas não vem para tratar oficialmente de assuntos do partido, embora isso deva acontecer informalmente. Também banqueiro e administrador de empresas, será palestrante na 6ª edição do Empreende Brazil Conference.

Décimo terceiro - Pressionado pelos aliados na Assembleia Legislativa e estes de olho nos votos dos servidores, o governador Carlos Moisés (PSL) recuou da decisão de postergar a primeira parcela do 13º. Vai pagar em três datas: 19 de julho (25%), 19 de agosto (25%) e 17 de dezembro (50%). Isso dá mais de R$ 1 bilhão. Com um déficit previdenciário anual perto dos R$ 4 bilhões e dívidas de R$ 2,4 bilhões a pagar ainda em 2019, o Estado está arrombado.