OPNIÃO - SOFT SKILLS: APERFEIÇOE SEU COMPORTAMENTO

Muito se têm escrito e discutido sobre gestão na atmosfera de crise em que vivemos. Além disso, o envolvimento das organizações contemporâneas acaba por se refletir nas teorias já desenvolvidas sobre a gestão. Tanto no campo profissional como no acadêmico, os indivíduos vivenciam progressivamente essa crise no seu dia a dia, que se destaca principalmente quando somos contratados pelas nossas habilidades técnicas e demitidos pelo nosso comportamento, fato comum no dia-a-dia das empresas. Algumas das habilidades apontadas por dados do Word Economic Forum (2018) que estão em crescimento até 2022 são: pensamento analítico e inovativo; pensamento crítico; criatividade; originalidade e iniciativa; e, um que nos chamou mais a atenção, inteligência emocional.

Atentos ao mundo do trabalho, vemos ainda muitas empresas mantendo uma gestão mecanicista, em que as competências sociais, a comunicação e o relacionamento interpessoal não aparecem. Muitos líderes não se atentam a importância do bom relacionamento no ambiente de trabalho. O especialista Daniel Goleman alerta que “A tarefa fundamental dos líderes é instalar bons sentimentos naqueles que lidera”. Ao bem da verdade, todas as empresas deveriam programar a formação de gestores com perfil de liderança, porque, com a diversidade de gerações que se tem nos ambientes de trabalho, é tangível a necessidade de encontrar líderes capacitados para gerir equipes com um leque de diversidade, principalmente formadas pelos baby boomer, geração X, geração Y e geração Z.

A busca pelo sucesso é constante no mundo do trabalho, mas não é um dom natural, algo que possa ter uma receita pronta e aplicável. Tem-se que ouvir dicas, compreender os exemplos e habilidades executivas desenvolvidas pelos profissionais de sucesso ao longo de suas carreiras. É oportuno dizer que temos visto a oferta da disciplina de autoconhecimento nas Instituições de ensino, como por exemplo no Brasil, temos a Católica de Santa Catarina e o Colégio Sesi. Nos Estados Unidos e Canadá desde o primeiro semestre é ofertado práticas de “Soft Skills” que, à luz dos ensinamentos de Daniel Goleman, define como sendo os “traços e comportamentos que caracterizam nossos relacionamentos com outros”.

Logo, em tempos de dificuldades de percepção e relacionamento, há necessidade de criarmos oportunidades para que estudantes e profissionais se conheçam (autoconhecimento), bem como que compreendam e controlem as próprias emoções - fato que merece elogio porque possibilita que futuramente tenhamos novos tipos de organizações ou padrões de trabalho e de comportamento. A profissionalização dos gestores não se exclui, é primordial que a gestão esteja focada no compromisso da missão da empresa, bem como nas demandas que a sociedade exige, principalmente na qualidade do saber-fazer e do aprender a aprender.
Na realidade, vivencia-se com a Revolução 4.0 a potencialidade de reduzir tarefas árduas até o ponto da completa eliminação do trabalho; todavia, muitas pessoas não estão levando em conta essa possibilidade concreta, onde os robôs realizarão muitas tarefas. Entretanto, nos cabe ainda às habilidades humanas.

Aqui não se está, de maneira alguma, defendendo que a relação entre empresa e colaborador seja totalmente amável, mas também não deve haver potenciais perdedores ou ganhadores, ou seja, todos devem ganhar e é isso que as relações win-win (ganha-ganha) buscam atingir. Por fim, vale lembrar que um líder preocupado com a empresa e com seus colaboradores deseja que eles estejam motivados. Quando às pessoas gostam do que fazem e se sentem bem no ambiente de trabalho, percebemos que o rendimento e a qualidade de vida aumentam. Autoconhecimento é a chave para que isso ocorra. Assim, caro leitor, busque se qualificar academicamente, mas também humanamente, se satisfaça consigo e aperfeiçoe seu comportamento para contribuir com um mundo cada vez melhor.

Everaldo da Silva – cientista social e professor

Notas

Amanhã é dia de cuca na Comunidade Evangélica Luterana da Vila Lenzi, das 6h às 11h. Mais informações e encomendas pelo telefone: (47) 3275-3063.

 

Na tarde desta quarta-feira (11), o deputado federal Carlos Chiodini, junto com o prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Lunelli, e o secretário de Administração do município, Argos Burgardt, se reuniram com o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), André Kuhn, para solicitar a recuperação da malha viária da entrada de Jaraguá do Sul. Para o deputado, a obra estruturante de aproximadamente R$ 2 milhões é de extrema importância e vai melhorar o principal acesso à cidade.

 

Alunas destaques do concurso CDL na Escola são premiadas - A CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul entregou kits escolares para alunas e professoras vencedoras da etapa municipal do concurso CDL na Escola 2019. A iniciativa é uma parceria com a FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina), com apoio do Sicoob Cejascred. A aluna vencedora na categoria Redação foi Monize Eger D' Oliveira, do 9º ano da Escola Alberto Bauer, com apoio da professora Salete Miriam Coelho. Já na categoria Desenho, quem ganhou o prêmio foi Júlia Vicentin Pereira, do 4º ano da Escola Anna Töwe Nagel, com apoio da professora Andréia J. Renta. Além da premiação com os kits enviados pela FCDL, as alunas e professoras ganharam tablets doados pelo Sicoob Cejascred.

Centro de Especialidades Odontológicas terá um novo local - Está assegurado o valor de R$ 710 mil para reforço do orçamento do Fundo Municipal de Saúde para atender despesas com a implantação do Centro de Especialidades Odontológicas, no bairro Vila Lenzi. A iniciativa objetiva ampliar e manter a oferta física da rede de atendimento individual em especialidades odontológicas disponibilizando à comunidade maior acesso aos serviços de saúde. O crédito especial decorre da necessidade de se promover a desapropriação de imóvel para a implantação do Centro de Especialidades Odontológicas. O CEO sairá do Centro Vida, onde está instalado em local acanhado para o tamanho da demanda, para um espaço próprio próximo a unidade básica de saúde da Vila Lenzi.

Jogos Abertos provocam mudanças no calendário escolar 2020 - O vereador e professor Arlindo Rincos manifestou a sua preocupação em relação ao calendário escolar de 2020, em conversa com a secretária da Educação, Ivana Atanásio Dias. Devido à realização dos 60ºs Jogos Abertos de Santa Catarina, as férias do meio do ano foram alteradas para novembro, mês de realização do evento poliesportivo em Jaraguá do Sul. A preocupação, segundo disse, se deve ao cansaço e o desgaste que as crianças vão ter com um período tão longo de aulas. Ele também afirmou que os pais contam com as férias no meio do ano para programar viagens e folgas nas empresas onde trabalham. Segundo o parlamentar, as férias do final do ano também serão prejudicadas, já que o período letivo vai se estender até o dia 23 de dezembro. Devido aos Jasc, as escolas vão servir de alojamento aos atletas que virão de todo o Estado. O vereador sugeriu a antecipação da abertura do ano letivo em uma semana, mas em face da escala de férias dos professores, a sugestão não pode ser acatada.