EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Cristiano Mahfud Watzko

Graduado em Direito pelo Centro Universitário Católica de Santa Catarina, Pós-graduado (MBA em Direito Empresarial) pela SUSTENTARE - Escola de Negócios, com atuação no Departamento de Direito Tributário.

Ver artigos

Outras Vantagens da Previdência Complementar

Caro (a) leitor (a), na segunda-feira fiquei pensando que assunto partilhar neste espaço, foi quando nas minhas buscas pela internet, encontrei o texto com o seguinte título: “Além da aposentadoria, saiba as outras vantagens de uma previdência complementar”, disponível no site: www.suasaudefinanceira.com.br

Abaixo irei compartilhar as principais ideias do texto.

Na maioria das vezes, quando o (a) leitor (a) escuta a palavra “previdência”, a primeira coisa que pensa é ‘aposentadoria’, certo? Contudo, existem, outras vantagens associadas a ela, no caso da previdência complementar e que são pouco conhecidas por grande parte da população.

1 – Planejamento fiscal: Diferentemente do que ocorre na maioria dos fundos de investimentos, na previdência complementar não há incidência de ‘come-cotas’ – aquela antecipação semestral do Imposto de Renda que acaba ‘pegando’ parte dos seus rendimentos – e a escolha pela tabela regressiva traz a possibilidade de reduzir o imposto a apenas 10% após o prazo de dez anos contados da data da aplicação. Ou seja, esta é a menor alíquota que se pode chegar em produtos de investimentos tributados.

2 - Planejamento patrimonial: A aplicação pode ser utilizada como instrumento sucessório, sendo revertida diretamente aos beneficiários escolhidos, sem entrar em inventário e possibilitando a provável ‘fuga’ de problemas de burocracia. Além disso, em muitos Estados do país, não há incidência do imposto sobre herança (ITMCD) para planos de previdência. Importante: Esta é a posição atual, como a situação jurídica de nosso país, é algo instável, e sempre está em constante mutação, nada é concreto, contudo, atualmente, para os planos de previdência privada no Estado de Santa Catarina, e no caso de falecimento, os beneficiários irão receber os valores sem a incidência do ITCMD, contudo haverá a incidência do Imposto de Renda, pois, são impostos distintos.

3 - Planejamento financeiro: O investidor terá nas mãos um bom produto financeiro de acumulação de juros compostos no longo prazo, já que a previdência não possui nenhuma forma de tributação durante a fase de acumulação. Isto, atrelado a uma boa performance, fará com que o saldo acumulado seja superior a outras formas de investimentos. Ocorre que a tradição do mercado local é marcada por produtos ineficientes, com custos altíssimos e desempenho ruim, em sua maioria, ficando muito abaixo do CDI. Os planos abertos comercializados por bancos e seguradoras, os famosos VGBLs e/ou PGBLs, que possuem fins lucrativos e cobram altas taxas de administração e carregamento, os torna praticamente incapazes de gerar retornos satisfatórios, e para evitar cair neste tipo de situação, o investidor precisa fazer as perguntas certas e escolher bem o plano que irá acompanhá-lo por muitos anos.

Outro fator que tem contribuindo para que a previdência complementar seja cada vez mais divulgada nas mídias é a ineficiência do sistema de previdência pública de nosso país. Uma alternativa para aqueles que fazem parte de alguma cooperativa, empresas ou entidades de classe é contratar um plano de previdência fechado, pois, diferentemente dos planos abertos, eles não possuem fins lucrativos e normalmente oferecem taxas melhores aos seus participantes.

Frase final do artigo que li: “Cada um de nós é o único responsável pelo futuro que estamos construindo, e não devemos terceirizar este compromisso ao governo ou a ninguém. Pense nisso”.

Agora é com você. Desejo sucesso financeiro ao (a) leitor (a). Sinta-se à vontade para entrar em contato através do e-mail: [email protected]. Até a próxima.

Notas

Samae implanta ramal de esgoto na Rua José Narloch - O Samae iniciou ontem (18), mais uma obra para de implantação de rede de coleta com o objetivo de cumprir a meta de atingir os 90% de tratamento de esgoto sanitário no município em 2020. A implantação da rede e os ramais que ligam às residências na Rua José Narloch vai acontecer por um período de aproximadamente duas semanas – dependendo das condições climáticas –, num trecho de 800 metros entre as Ruas Afonso Benjamin Barbi e Dorval Marcatto. As intervenções devem ser no horário das 7h30 às 17h, período em que o trânsito fluirá em meia pista. Motoristas poderão utilizar desvios pelas Ruas Francisco Hruschka e Adelina Klein Ehlert. Após a conclusão das obras, a rua será repavimentada pela Prefeitura.

Prefeitura vai adquirir novo lote de estufas à agricultura familiar - A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Abastecimento, por meio do Fundo Municipal de Incentivo ao Desenvolvimento Rural e Agricultura, lançou edital para registro de preços para seleção de propostas à aquisição de conjuntos de abrigos para produção agrícola (estufas) ao longo de 12 meses, destinados para incentivo à agricultura familiar de Jaraguá do Sul. Os envelopes com a documentação e as propostas devem ser entregues até o dia 27 de novembro. O valor máximo do orçamento é R$ 401.950,00. O Município vai adquirir várias unidades de abrigo para produção agrícola, com tamanhos diferentes e sistema de gotejamento para os canteiros, inclusive a cobertura. É o chamado cultivo protegido. Lançado em 2017, o Projeto Cinturão Verde é dividido em etapas. Já foram entregues estufas em 2018 e 2019 de tamanhos variados. Os participantes recebem capacitação, orientação e assistência técnica quanto a questão do plantio, do cultivo e a colheita. E também a organização do grupo de produtores.

Eleitos, Machado e Demarchi vão dirigir o IFSC Centro e Rau - O professor José Roberto Machado foi eleito diretor-geral do Campus Jaraguá do Sul-Centro. O novo diretor teve 419 votos de alunos, 17 votos de técnicos-administrativos e 37 de docentes, conquistando 52,82% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou o candidato Élson Quil Cardozo, que somou 121 votos discentes, 24 votos de técnicos e 11 professores, alcançando 29,58% dos votos válidos. Servidores e estudantes participaram da votação realizada na quarta-feira, dia 13 de novembro. No IFSC Campus Rau, o candidato Delcio Luís Demarchi foi eleito o diretor-geral obtendo 57 votos de alunos, 23 votos de técnico-administrativos e 28 de docentes, conquistando 37,01% dos votos válidos. Por uma margem bastante pequena ele ficou à frente do candidato Gerson Ulbricht, que somou 39 votos discentes, 12 votos de técnicos e 26 professores, alcançando 36,90% dos votos. O resultado oficial foi divulgado na página oficial das eleições. A homologação do resultado deverá ocorrer no dia 16 de dezembro. A homologação é dada pelo Conselho Superior do IFSC. O mandato deverá iniciar em abril de 2020

Vereador defende grupo de brigadistas para escolas e creches - A necessidade de mais atenção quanto à segurança nas Escolas e Centros de Educação Infantil, no que se refere à prevenção de incêndios e outras possíveis ocorrências semelhantes, foi levantada na Câmara. Gruner mencionou a possibilidade de organização de um trabalho com medidas preventivas nas unidades educacionais. “Em caso de incêndio em uma escola, que atitudes devem ser tomadas pelos professores? Temos que criar mecanismos para que as pessoas possam ficar seguras”, ponderou, acrescentando que vai encaminhar ao Executivo uma indicação, com minuta de projeto, para criação de grupo de brigadistas para atender escolas com trabalhos de orientação e simulados de ocorrências. “A prevenção é a melhor arma”, alertou. Segundo Gruner o assunto foi debatido durante uma reunião com munícipes, em seu gabinete.

Município vai reformar escola e adquirir brinquedos às crianças - O Governo Municipal lançou edital para contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de engenharia com fornecimento de materiais e mão de obra, para reforma em uma área de 2.057,30 m² para troca de cobertura, de instalações elétricas e de cabeamento estruturado, na Escola Rodolfo Dornbusch, localizada na Rua Professor Irmão Geraldino, Bairro Vila Lalau.

As propostas devem ser entregues até o dia 29 de novembro, com abertura na mesma data. O valor máximo da contratação é de R$ 1.831.905,06. Outra licitação é para a compra de brinquedos diversos às escolas de educação básica e centros de educação infantil. As propostas serão abertas no dia 3 de dezembro. O valor de referência (orçamento) é de R$ 1.022.955,20.

Agenda

Ver todos