Últimas colunas de Celso Machado

POLÍTICAS E POLÍTICOS 11.06.2019

Bracinho - "A nossa barragem continua em muito bom estado, com a situação normal e sem risco". A afirmação é do chefe do setor de operação e manutenção da Celesc, Flavio Spolaor, sobre a barragem do Bracinho, em Schroeder 1 (foto). Em declarações à imprensa em fevereiro deste ano. Em 2015, disse Spolaor na mesma entrevista, a estrutura passou por vistoria minuciosa, sendo totalmente automatizada, com implantação de planos de segurança e emergência, além de ações preventivas regulares. Na semana passada o vereador Jaime Negherbon (MDB) manifestou preocupação.

Por Celso Machado

POLÍTICAS & POLÍTICOS 07.06.2019

Além de um punhado de vereadores e o prefeito de Guaramirim, Luís Antônio Chiodini (PP) particularmente interessado em uma solução rápida para a SC-108, deputados, empresários e lideranças comunitárias e os próprios moradores da Vila Freitas ignoraram olimpicamente o protesto convocado pelo presidente da Câmara de Jaraguá do Sul, Marcelindo Gruner (PTB). Ciumeira política? Pouca divulgação? Compromissos mais importantes? Horário impróprio? Sabe-se lá. Paradoxalmente, os ausentes são os que mais vociferam contra a inércia do governo. Incluindo os que cobram a presença do governador Carlos Moisés (PSL) e de seu governo na região.

Por Celso Machado

POLÍTICAS & POLÍTICOS 06.06.2019

PL NA MAJORITÁRIA - No Partido Liberal (antigo PR) de Jaraguá do Sul a decisão está tomada: o partido terá candidato a prefeito em Jaraguá do Sul, além de 17 nomes para vereador, incluindo cinco mulheres. Segundo disse ao JDV o presidente da comissão provisória do PL, o advogado e professor César Aguiar, o ex-prefeito Moacir Bertoldi e ainda filiado ao partido, é nome bastante lembrado pelos eleitores em qualquer consulta que se faça. "Porém, uma candidatura (de Bertoldi) a prefeito vai depender dele próprio", observou. Em 2008, Bertoldi tentou a reeleição, mas ficou em segundo, atrás de Cecilia Konell (DEM), numa diferença de sete mil votos.

Por Celso Machado

A PROPÓSITO 05.06.2019

A foto, de 1967, mostra a busca do Rei do Tiro, Helmuth Wagenknecht (meu avô) na casa dele, no no Bairro Ilha da Figueira. Ficou Rei na antiga Sociedade Vitória", diz Jonathan Wagenknecht.

Por Celso Machado

POLÍTICAS & POLÍTICOS 05.06.2019

O ato é simbólico e não terá o impacto que o fechamento da Rua Carlos Oechsler, que serve de acesso a Jaraguá do Sul, causaria ao tráfego de veículos vindos de Massaranduba e vice-versa. Mas a comemoração dos 108 dias de interdição da SC-108, a contar de 18 de fevereiro passado, com um bolo de aniversário, já é sinal de que nem todos dormem a sono solto diante de um problema que causa transtornos diários há mais de três meses.

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS 30.05.2019

Passados seis anos do início das obras, em 2013, com grande foguetório do PT, os primeiros oito quilômetros da duplicação da BR-470, entre Gaspar e Ilhota, serão liberados ao tráfego na semana que vem. Provavelmente, quanto todo o trecho até Navegantes for concluído, o asfalto já estará detonado, do jeito que aconteceu com a BR-101 no Sul do Estado. A promessa é de que outros quatro quilômetros fiquem prontos ainda em 2019. De resto, até Indaial, tudo ainda é um mistério. Pior que isso, a BR-280, entre a BR-101 e Nereu Ramos, em Jaraguá do Sul, depois de cinco anos (começou em 2014) não tem um metro sequer concluído. Aliás, quem passa pelo trecho tem a impressão de ser só uma obra de revitalização dos acostamentos. Do "outro lado" da 101, até São Chico, só mesmo por milagre do Padre Aloisio Boeing

Por Celso Machado

POLÍTICAS & POLÍTICOS 29.05.2019

Os R$ 3,5 milhões anunciados como recursos da Defesa Civil Nacional para a recuperação da SC-108, em Guaramirim, foram reduzidos para R$ 2,7 milhões. Das duas uma: ou exageraram na previsão inicial de custos ou teremos ali mais uma obra pública meia boca como tantas outras. Alguém precisa explicar isso com muita clareza, coisa que subalternos não fizeram até agora. Por isso mesmo, se o primeiro convite feito ao governador Carlos Moisés (PSL) foi ignorado por conta de uma agenda (dele) destrambelhada à época, está na hora de convidá-lo de novo. Temos aqui na região uma penca de problemas que cabe ao Estado resolver.

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS 28.05.2019

Lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), no dia 14 deste mês, torna obrigatória a instalação banheiros químicos acessíveis para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida em eventos públicos ou privados. Nunca inferior a 5% do total disponibilizado. Legislação catarinense em vigor desde 2016, em projeto de lei de autoria do deputado Luiz Fernando Vampiro (MDB), já prevê o procedimento e foi citada como exemplo nacional. Em SC, a multa prevista em caso de não cumprimento é de R$ 2 mil, podendo o valor ser dobrado em caso de reincidência. A fiscalização da lei, ainda desconhecida pela maioria da população, é obrigação da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, que concedem os alvarás para os eventos públicos e privados. A estimativa é de 27,5% da população catarinense precisa destes banheiros adaptados.

Por Celso Machado

A Propósito 28.05.2019

Rolli Bruch descreve a foto: "Nos anos 1950, uma das diversões preferidas dos jovens empresários de Jaraguá do Sul era frequentar as noitadas dos Clubes de Bolão. A foto mostra integrantes do extinto Clube de Bolão Baependi, jovens e promissores empresários e executivos, que, com os anos, foram a base do desenvolvimento industrial e comercial de nossa região. Até os anos 1950, nossas indústrias eram predominantemente ligadas a produtos agropecuários. Em pé, da esquerda para direita: Loreno Marcatto, Heinz Rodolfo Kohlbach, Willy Laufer, Edite da Silva (rainha do Clube), irmã de Eggon e Eugênio da Silva), Walter Carlos Hertel (Bubi, expedicionário), Heinrich Geffert, José Narloch e Hans Breithaupt. Agachados: Geraldo Marquardt, Durval Marcatto, Osvaldo Heusi, Raimundo Emmendoerfer, Eugênio Victor Schmöckel e Eugênio da Silva. Só para lembrar: Heinz Kohlbach, na ocasião, começava a produzir motores nos fundos de sua loja. E Eggon João da Silva ainda era funcionário do Banco Indústria e Comércio". Do editor: Fundado em 1934 por Irineu Bornhausen (Itajaí) e Otto Renaux (Brusque), o Banco INCO operou até 1968, quando foi adquirido pelo Bradesco. (Fonte: Antigamente em Jaraguá do Sul/postado por Rolli Bruch)

Por Celso Machado

A Propósito

A foto, supõe-se que de 1940, mostra a passagem da comitiva do presidente Getúlio Vargas por Guaramirim rumo a Curitiba, depois de uma visita a Joinville, onde foi conhecer o parque industrial de uma cidade onde se trabalha. Entre os anos de 1937 e 1945, os sindicatos trabalhavam na propagação dos planos de Getúlio, incitando seus filiados a apoiarem as políticas nacionalistas do presidente-ditador. Que proibiu que se falasse no país outro idioma que não o português. O 1º Congresso dos Operários, em 1934, homenageou o gaúcho Lindolfo Collor, farmacêutico e jornalista (avô do ex-presidente Fernando Collor de Mello), filiado ao Partido Republicano, que seria, mais tarde, o ministro do Trabalho de Getúlio, a maior liderança política do PTB até hoje. Leia mais:

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS

1ª de hoje: Dilma Rousseff (PT) e Fernando Collor de Mello (PROS), mesmo perdendo os mandatos por conta de processos de impeachment, tiveram os benefícios mantidos. Criadas em 1986 pela Lei nº 7.474, durante o governo de José Sarney (MDB), as mordomias foram ampliadas pelo Decreto 6.381, editado por Luis Inácio Lula da Silva que, mesmo preso, segue contemplado. Leia mais:

Por Celso Machado

POLÍTICA & POLÍTICOS

Lei dos canudos; Adeus de Merísio ao PSD; Resultado da reunião da Frente Parlamentar Catarinense em Araquari; Fim das férias parlamentares; E outros assuntos...

Por Celso Machado
1 ... 7 8 9 10

Notas

PLANO DIRETOR - A Prefeitura de Guaramirim, por meio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano realizou ontem (6), a penúltima audiência pública de apresentação do Plano Diretor. O próximo (e último) acontece no dia 13 de novembro, na Câmara de Vereadores. Com ela, fecha as cinco audiências previamente programadas, onde os participantes se envolvem e discutem sobre este instrumento norteador da política de desenvolvimento municipal.

Vereador quer áreas de alagamentos mapeadas - O vereador Celestino Klinkoski mostrou preocupação com os alagamentos causados pelas chuvas do último final de semana em Jaraguá do Sul. Segundo ele, o volume de precipitação chegou a 55 mm no domingo à tarde e vários pontos da cidade sofreram com a água. Ele citou como exemplo um local no bairro Rio da Luz onde os moradores ficaram isolados por conta da enchente. O parlamentar lembra que já pediu à Prefeitura que restaure a tubulação da localidade e que troque por tubos novos, porém não foi atendido.

Klinkoski sugeriu que o município faça um trabalho de identificação dos locais de maior risco de alagamento. A partir desse mapeamento, a Secretaria de Obras poderá realizar a limpeza das tubulações e as obras de drenagem para evitar novos transtornos. O vereador também pede que a população ligue na Ouvidoria da Prefeitura (0800 642 0156) para que se possa fazer o mapeamento. Ele alerta que essa foi a primeira grande chuva que ocorreu neste semestre e que há muitas outras por vir com o verão que está por vir.

Estado vai duplicar trecho da SC-108 na região de Joinville - A ordem de serviço para início da obra de restauração e duplicação da SC-108, em Joinville foi assinada na terça-feira (5) pelo secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler. A iniciativa faz parte do programa Novos Rumos, um pacote de intervenções estratégicas do Governo do Estado para melhorar a infraestrutura catarinense.

O trecho, de pouco mais de 5 quilômetros, liga a BR-102 ao Distrito Industrial de Joinville onde estão localizadas mais de 200 empresas. O processo licitatório começou em 2017, mas só foi finalizado em 2018, aguardando desde então a ordem de serviço.

Atualmente sem qualquer manutenção, é por este trecho da rodovia que escoa boa parte da produção industrial do município. As obras se estenderão do entroncamento da BR-101 até a Rua Tenente Antônio João, passando pelas Ruas Hans Dieter Schmidt e Edgar Nelson Meister, e o acesso à Rua Dona Francisca.

 

Tubulação maior para escoamento - O vereador Arlindo Rincos (PSD) criticou a Administração Municipal em continuar implantando tubos de 40 centímetros em vias estruturais do município. Ele mostrou imagens que moradores fizeram no último final de semana mostrando alagamentos em vários pontos de Jaraguá do Sul. Segundo ele, as ruas foram alagadas com menos de meia hora de chuva intensa. Rincos lembrou que ele foi autor de um projeto de lei que proibia o município de implantar tubos com menos de 80cm nas vias estruturais da cidade, porém o projeto não foi aprovado porque esta é uma matéria em que apenas o Executivo pode deliberar. Ele pediu que a Prefeitura envie um projeto nos mesmos moldes para a Câmara, lembrando que o custo não sofre grandes variações pela bitola dos tubos.

Juraszek informa compra de saibreira - O vereador Eugênio Juraszek anunciou que o projeto de lei que vai permitir à Prefeitura comprar uma saibreira no Garibaldi na Câmara, o que vai possibilitar a retirada do material para a macadamização das ruas, principalmente nas áreas rurais. A ideia, segundo disse, é que o projeto seja votado ainda na sessão de quinta-feira (7). Juraszek observou que a luta para a aquisição é de oito anos, pelo menos. Outra observação refere-se à análise prévia do solo nas ruas que recebem pavimentação, o que dá segurança de que a deterioração não ocorra como até então.

 

Agenda

Ver todos