A PEQUENA HISTORIA DE UM GRANDE INVENTOR

A J Marchi

Questionamentos evidentes, obviedades improváveis e banalidades incomodas. 

Ver artigos

Sol. Dia perfeito para um pedal pela ciclovia. Não satisfeito com a ergonomia, parei para ajustar o selim. Fiz aquela simples operação de desblocagem e blocagem tão rápida quanto automática sem me dar conta de que estava voltando no tempo! Em 1927, o italiano Tullio Campagnolo inventou a alavanca de blocagem de selim e rodas de bicicletas. O dispositivo Quick Release – troca rápida – viria a facilitar em muito a vida dos ciclistas que, além de sacar e repor as rodas rapidamente, teriam a possibilidade de ajustar a altura do selim sem que para isso precisassem de ferramentas.

A ideia da blocagem teria sido criada por Tulio durante uma corrida no dia 11 de novembro daquele ano com a neve encobrindo as estradas das montanhas Dolomitas. Com as mãos inflexíveis devido a temperatura negativa, ele não conseguia soltar as porcas da roda traseira da bicicleta para fazer a mudança de relação ao inverter a roda. Naquela época, as bicicletas eram equipadas com duas catracas simples no cubo da roda traseira, uma de cada lado e de tamanhos diferentes. Isto obrigava os ciclistas a inverterem-na em determinados pontos do trajeto em relação a topografia.

No quesito, mecânica ciclística, Campagnolo fora também chamado de Ferrari da bicicleta, de Da Vinci ou ainda, Daedalus, o criador na mitologia grega. Todo esse exagero é pouco para demonstrar sua capacidade. Ele nasceu em Vicenza, uma região pobre que havia sido devastada pela 1ª Grande Guerra. Tullio insurgiu naquele ambiente trabalhando com total abdicação para fazer o melhor. Naquele período, muitos desviadores de corrente artesanais com certa dose de precariedade já estavam sendo produzidos, a exemplo do Dux, que havia sido criado na Turim de 1934 em meio a era fascista. Porém, Campagnolo foi capaz de vencer a concorrência com a força de sua paixão pelo ciclismo e sua incrível capacidade de invenção ao impor simplicidade e funcionalidade ao seu modelo, e dessa forma gerou confiabilidade a todos os outros produtos.

Campagnolo tinha um senso de observação altamente desenvolvido, e além dos desviadores de corrente, do cassette de engrenagens, câmbio e sistema de blocagem, inventou também o quebra-nozes e o saca-rolhas. Num jantar, ao perceber a dificuldade para abrir uma garrafa de vinho segurando-a entre os joelhos, para com a força de seu braço extrair a cortiça, Tullio repetiu para si as mesmas palavras que disse quando estava no Passo Croce d’Aune durante a corrida que o inspirou a inventar o saque rápido das rodas: - Algo deve ser melhorado aqui. Duas semanas depois, o saca-rolhas de duas alavancas com rosca helicoidal no centro nasceu para ser um ícone. Lembre-se dele quando for abrir o seu vinho!

Digo sempre, que a dúvida gera evolução, porquanto a crença absoluta, estagnação. Não se pode jamais dar um fato por encerrado, um livro por concluído ou invento eternizado. O aprendizado continua, e tudo pode ser melhorado. Foi duvidando da eficácia do que via ou utilizava que Tullio os aprimorava. Se apenas acreditasse e aceitasse sem questionar, não haveria motivação para romper com o tradicional. Prova disso, é o que faz o CEO bilionário Elon Musk, dono da SpaceX, Tesla e outras startups de sucesso ao reinventar e desenvolver de forma brilhante o que já existe. E assim como o gênio Campagnolo que viveu entre 1901 e 1983, Elon usa a mesma filosofia: engenhosidade com simplicidade.

Parafraseando Paolo Facchinetti, um dos autores do livro, A história que mudou a bicicleta, dedicado ao inventor:  –  Campagnolo é tão genial quanto os irmãos Wright. Já o jornalista Claudio Gregori que o chamou de Daedalus, concluiu poeticamente: - Os irmãos Wright transformaram a bicicleta em um avião, mas Campagnolo o fez voar. Exageros à parte, era evidente que Gregori estivesse desinformado quanto a sua equivocada parcialidade sobre a autoria do feito de voar por parte dos irmãos Wright, pois outros gênios da aviação também olharam muito para uma magrela com correntes, e certamente muito antes dos irmãos americanos se lançarem ao ar.

O surgimento da Campagnolo como fabricante de componentes ciclísticos de excelência, foi devido em grande parte ao próprio Tullio, que além de trabalhar com liga leve de alumínio e magnésio para uso na construção do módulo espacial Apollo para a NASA, desenvolveu também rotores de helicópteros e um sistema único de freios usados na motovelocidade. No entanto, o grande negócio dele continuou sendo o ciclístico. Ele havia largado as competições e passou a segui-las para ouvir sugestões e modificar os produtos que atendiam as necessidades dos ciclistas. Na verdade, talvez ele já imaginava que não deveria apenas conseguir o cliente, mas principalmente, não o perder. Por isso, evidenciava pessoas em vez de clientes e ciclistas em vez de consumidores.

Embora o protagonista seja um gênio autodidata, desses que não aparecem por aí a toda hora, essa história serve para que façamos evidentes questionamentos sobre a forma como tratamos nossos clientes, e principalmente sobre o nível do ensino em nossas escolas pelo Brasil afora. Infelizmente, não ensinamos a criar ou desvendar os mistérios por trás das invenções, quando menos, estimulamos a curiosidade para desenvolvê-las ou melhorá-las. E isto por si só, denota que algo vai mal na Educação Brasileira, levando-nos a crer que “algo deve ser melhorado”!

E a resposta aí está! Parabéns a Jaraguá do Sul e aos seus professores pelo 2º Movimento Jaraguá em Ciência! Este é o caminho. Não existe atalho para o sucesso! Tim-Tim! Um brinde à Campagnolo e aos gênios que moldam nosso futuro!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notas

Dico e Celestino dividirão presidência da Câmara este ano

Jaraguá do Sul - Desde o dia 1º de janeiro, Isair Moser, o Dico, do PSDB, é o presidente da Câmara de Vereadores. Ele recebeu nove votos contra dois para Ademar Winter, que votou em si e recebeu também de Rogério Jung, do MDB. O vice-presidente é Eugênio José Juraszek (PP), 1º secretário Celestino Klinkoski (PP) e 2º secretário Ronaldo Magal de Souza (PSD).

A eleição de Moser seguiu acordo firmado em 2016, após a eleição municipal. Em 2017 o presidente foi Pedro Garcia, em 2018 Anderson Kassner e no ano passado, Marcelindo Carlos Gruner, que se despediu no dia 31 de dezembro.

Estrutura da Secretaria de Educação muda de endereço-A Secretaria de Educação de Guaramirim está agora atendendo junto à Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, localizado na Rua Irineu Vilela Veiga, 222, Centro. O telefone de contato é 3373-3397. A mudança ocorreu pelo fato de que em 2020 inicia a construção da nova estrutura da Escola Municipal de Educação Fundamental Dorvalino Felipe e, neste período, os alunos serão realocados para estudar no prédio da Secretaria de Educação, na Rua 28 de Agosto. A decisão de levar a Educação para atender no mesmo local do Desenvolvimento Social é para otimizar o espaço e economizar com aluguel. Com isso, a Defesa Civil e os Bombeiros Militares, que antes utilizavam salas na Secretaria de Desenvolvimento Social passaram a atender junto à Fundação Cultural.

Colaboradores da Lunelli aderem ao aplicativo Waze-A sustentabilidade é recorrente em todos os setores que envolvem a cadeia produtiva, e também a gestão do Grupo Lunelli, empresa que acaba de se tornar uma parceira do Waze Carpool, o aplicativo de caronas do Waze. A partir de agora, os colaboradores das duas unidades de Guaramirim podem utilizar o aplicativo Waze Carpool, solicitando ou oferecendo carona para os colegas de trabalho, por meio de grupos formados exclusivamente por usuários que sejam trabalhadores da empresa. A iniciativa é uma forma de transformar o trânsito de forma inteligente e sustentável, aproximando colegas de trabalho e gerando economia para motorista e passageiro. Com a novidade, a empresa já acumulou mais de 3,5 mil quilômetros em viagens até o trabalho, deixando de emitir 13,132Kg de CO2 (dióxido de carbono), substância que gera poluição no ar.

Marja Rebelatto assumirá Colegiado de Educação em 2020 - O Colegiado de Educação da Amvali, coordenador pelo secretário Cristiano Rodolfo Tironi realizou no dia 10 de dezembro o último encontro do ano, na Escola Ministro Pedro Aleixo, em Massaranduba. O grupo avaliou as principais ações realizadas no ano e os planos para 2020. Também foi realizado a escolha da nova gestão do Colegiado, onde a secretária de Educação de Guaramirim, Marja Prüsse Rebelato, assumirá como coordenadora, a secretária de Educação e Cultura de Corupá Rosane Martini Berti como vice coordenadora. O secretário de Educação de Schroeder, Eberton Vargas Trentin, será o secretário do Colegiado.

Coleta de lixo e Águas de Massaranduba - A coleta de lixo em Massaranduba será normal, parando apenas no Natal (25) e na virada de ano (1º). Já a coleta seletiva que acontece sempre nas quartas-feiras, serão realizadas nos dias 26 e 27 de dezembro e 2 e 3 de janeiro de 2020. Na Águas de Massaranduba, o atendimento comercial encerra no dia 23 e retorna no dia 3 de janeiro. O atendimento normal a partir de 6 de janeiro. Para emergências ligar para 0800-643-4070, ou (47) 3379-2595.

Agenda

Ver todos