Educação

Estudantes recebem medalhas de prata e bronze da OBMEP

Foto: Divulgação

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

Quatro estudantes de Massaranduba participaram na Universidade Federal de Santa Catarina, no dia 7, da premiação da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP, que é um projeto nacional dirigido às escolas públicas e privadas, realizado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA, com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática – SBM, e promovida com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A premiação se refere a 2018. Carlos Eduardo Ranghetti recebeu medalha da prata. Ele é da Escola de Educação Básica Maria Konder Bornhausen. Do mesmo estabelecimento, receberam medalhas de bronze – Aline Baruffi e Fernanda de Oliveira Ferreira e da Escola Padre Bruno Linden, Maikely Eloisa Stoinski.

Como professor destaque foi premiado Michel Ricardo Borchardt e como escola destaque, a Maria Konder Bornhausen, do 1º Braço do Norte. A coordenadora do Lemin, Tamires Lays Tomio, a estagiária Amanda Corrêa e professores acompanharam a premiação na Capital do Estado.

A OBMEP 2018 teve a participação de 54.498 escolas, 18,2 milhões de estudantes e 99,4% dos municípios envolvidos. Santa Catarina foi o sétimo Estado em premiações: 44 medalhas de ouro (premiações recebidas em Brasília), 90 de prata e 289 de bronze.

Em 2019 as provas da primeira fase já foram realizadas, envolvendo 54.831 escolas, mais de 18,1 milhões de estudantes e 99,7% das cidades envolvidas. Os classificados da fase inicial farão a segunda prova no dia 28 de setembro, segundo Tamires Tomio.