Dezembro é o mês da Luta contra a Aids

Foto: Divulgação

O Dia Mundial da Luta contra a Aids, em 1º de dezembro, foi instituído em 1987 pela Assembleia Geral da ONU Organização das Nações Unidas). A data surgiu como uma forma de reforçar a solidariedade, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV. Ao longo destes anos foram realizadas campanhas com o objetivo de divulgar informações adequadas como enfrentamento ao estigma e discriminação que sempre foram dois grandes obstáculos à prevenção do HIV.

No início da história da Aids, receber um diagnóstico era algo que causava pânico, pois estava associado à morte. Muitas mudanças aconteceram depois de mais de 30 anos como a evolução do tratamento, novas tecnologias disponíveis para a prevenção mas, apesar de todas as descobertas e evoluções, duas grandes dificuldades a serem enfrentadas continuam sendo o estigma e o preconceito.

O preconceito impede que pessoas que vivem bem e saudáveis com o HIV consigam falar para os amigos, colegas de trabalho ou na própria família sobre sua condição. Muitas pessoas ainda não sabem que uma pessoa que descobre o HIV e que faz o tratamento adequadamente pode ter uma vida saudável, continuar trabalhando, namorando, planejando e vivendo como grande parte das pessoas.

Ainda que hoje muitas pessoas conheçam as formas de transmissão e saibam que não existem mais grupos de risco, há muitas concepções equivocadas e falta de conhecimento sobre novas tecnologias que estão à disposição na resposta ao HIV/Aids, tanto na prevenção quanto no tratamento às pessoas que se infectaram.

Por isso, em alusão ao Dia Mundial da Luta Contra a Aids, a Secretaria Municipal de Saúde de Jaraguá do Sul está lançando uma campanha composta por um vídeo, informando que os atuais recursos para o tratamento permitem uma vida sem limitações e que a convivência com pessoas com HIV não traz riscos, que compartilhar ambientes e demonstrar afeto é perfeitamente seguro. Alerta, ainda, sobre ficar atento às formas de prevenção, utilizando-as adequadamente, mas sem medo. O objetivo é que as pessoas que tenham acesso ao vídeo reflitam, sejam sensibilizadas e compartilhem a informação.

HIV e Aids em Jaraguá do Sul

As pessoas que vivem com HIV ou Aids em Jaraguá do Sul têm a assistência ao tratamento realizado no SAE – Serviço de Atenção Especializada em HIV/Aids e Hepatites Virais. No local também são atendidos pacientes de Guaramirim, Corupá, Schroeder e Massaranduba. O serviço atende com uma equipe formada por enfermeira, recepcionista, médico infectologista, médica pediatra, técnica de enfermagem, psicóloga, assistente social e farmacêutica.


Atualmente, o diagnóstico é realizado com o uso do Teste Rápido que está disponível em todas as Unidades de Saúde, hospitais e no CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento. Ao receber um diagnóstico de HIV o paciente é acolhido pela psicóloga e orientado sobre os próximos passos para o seu tratamento, como exames laboratoriais, consultas de enfermagem e com médico, dispensação de medicação pela farmacêutica, questões de garantia de direitos com assistente social e demais encaminhamento que fizerem necessários.

Além do SAE, Jaraguá do Sul também tem o CTA - Centro de Testagem e Aconselhamento, com uma equipe formada por psicólogo, psicóloga, auxiliar administrativo, técnica de enfermagem, enfermeira, recepcionista e que é responsável pelas ações de prevenção às IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis), ao HIV e Hepatites Virais.

Como estratégia de prevenção o CTA incentiva e realiza a testagem, realiza ações extramuro como palestras e oficinas, fornece insumos como preservativos masculinos e femininos para empresas, casas noturnas, comunidades terapêuticas, Unidades de Saúde, abrigos e escolas.

Os números no município

Antes do ano de 2014 somente os casos de Aids eram de notificação compulsória, a partir daquele ano, passam também a ser notificados os casos de HIV. De 2014 para 2015 houve um aumento de casos notificados tanto de Aids quanto de HIV, representando um percentual de aumento de 57% e 26%, respectivamente.

Em 2016 houve uma redução no número de casos notificados, tanto de Aids quanto de HIV, representando um percentual de queda de 30% e 44%, respectivamente. Em 2017 foram 52 casos notificados de Aids e 49 casos de HIV. Em 2018 foram notificados 35 casos novos de Aids, representando um percentual de queda de 32%. Foram notificados no mesmo ano 37 casos novos de HIV, representando um percentual de queda de 24% de um ano para o outro.

Foi considerável nos últimos anos a ampliação da testagem rápida para HIV no município, com a realização de ações de testagem rápida em praças, empresas, escolas técnicas e faculdades, capacitação dos profissionais da saúde, a organização da logística da distribuição dos testes rápidos. (Fonte: boletim epidemiológico – junho/19).

Informações sobre as notificações de HIV/Aids (Cadastrados no Sinan até 21/10/2019):


*O que é HIV?

HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da aids, ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças. Ter o HIV não é a mesma coisa que ter Aids. É possível viver muitos anos com

o HIV sem apresentar sintomas e sem desenvolver a doença, que é a Aids. Mesmo não estando doente, a pessoa infectada pode transmitir o vírus a outras pessoas pelas relações sexuais desprotegidas, pelo compartilhamento de seringas contaminadas ou de mãe para filho durante a gravidez e a amamentação, quando não tomadas às devidas medidas de prevenção. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações.


*Como transmite
-Transmissão sexual: relação sexual sem uso de preservativo;
-Transmissão por contato com sangue, por meio de compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam;
-Transmissão vertical (da mãe para o bebê): pode ocorrer durante a gravidez, parto ou amamentação.
-A transmissão por meio de transfusão de sangue ou hemoderivados, muito comum no passado é atualmente considerada rara. Isso se dá pelo fato de atualmente haver um maior controle, com a melhoria das tecnologias de triagem de doadores e sistemas de controle de qualidade mais eficientes.

*Como não transmite
-Sexo desde que se use corretamente a camisinha;
-Masturbação a dois;
-Beijo no rosto ou na boca;
-Suor e lágrima;
-Picada de inseto;
-Aperto de mão ou abraço;
-Sabonete/toalha/lençóis;
-Talheres/copos;
-Assento de ônibus;
-Piscina;
-Banheiro;
-Doação de sangue;
-Pelo ar.

 

Notas

Amanhã é dia de cuca na Comunidade Evangélica Luterana da Vila Lenzi, das 6h às 11h. Mais informações e encomendas pelo telefone: (47) 3275-3063.

 

Na tarde desta quarta-feira (11), o deputado federal Carlos Chiodini, junto com o prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Lunelli, e o secretário de Administração do município, Argos Burgardt, se reuniram com o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), André Kuhn, para solicitar a recuperação da malha viária da entrada de Jaraguá do Sul. Para o deputado, a obra estruturante de aproximadamente R$ 2 milhões é de extrema importância e vai melhorar o principal acesso à cidade.

 

Alunas destaques do concurso CDL na Escola são premiadas - A CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Jaraguá do Sul entregou kits escolares para alunas e professoras vencedoras da etapa municipal do concurso CDL na Escola 2019. A iniciativa é uma parceria com a FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina), com apoio do Sicoob Cejascred. A aluna vencedora na categoria Redação foi Monize Eger D' Oliveira, do 9º ano da Escola Alberto Bauer, com apoio da professora Salete Miriam Coelho. Já na categoria Desenho, quem ganhou o prêmio foi Júlia Vicentin Pereira, do 4º ano da Escola Anna Töwe Nagel, com apoio da professora Andréia J. Renta. Além da premiação com os kits enviados pela FCDL, as alunas e professoras ganharam tablets doados pelo Sicoob Cejascred.

Centro de Especialidades Odontológicas terá um novo local - Está assegurado o valor de R$ 710 mil para reforço do orçamento do Fundo Municipal de Saúde para atender despesas com a implantação do Centro de Especialidades Odontológicas, no bairro Vila Lenzi. A iniciativa objetiva ampliar e manter a oferta física da rede de atendimento individual em especialidades odontológicas disponibilizando à comunidade maior acesso aos serviços de saúde. O crédito especial decorre da necessidade de se promover a desapropriação de imóvel para a implantação do Centro de Especialidades Odontológicas. O CEO sairá do Centro Vida, onde está instalado em local acanhado para o tamanho da demanda, para um espaço próprio próximo a unidade básica de saúde da Vila Lenzi.

Jogos Abertos provocam mudanças no calendário escolar 2020 - O vereador e professor Arlindo Rincos manifestou a sua preocupação em relação ao calendário escolar de 2020, em conversa com a secretária da Educação, Ivana Atanásio Dias. Devido à realização dos 60ºs Jogos Abertos de Santa Catarina, as férias do meio do ano foram alteradas para novembro, mês de realização do evento poliesportivo em Jaraguá do Sul. A preocupação, segundo disse, se deve ao cansaço e o desgaste que as crianças vão ter com um período tão longo de aulas. Ele também afirmou que os pais contam com as férias no meio do ano para programar viagens e folgas nas empresas onde trabalham. Segundo o parlamentar, as férias do final do ano também serão prejudicadas, já que o período letivo vai se estender até o dia 23 de dezembro. Devido aos Jasc, as escolas vão servir de alojamento aos atletas que virão de todo o Estado. O vereador sugeriu a antecipação da abertura do ano letivo em uma semana, mas em face da escala de férias dos professores, a sugestão não pode ser acatada.