Esportes,Eventos

Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos agora é realidade

Foto: Divulgação

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

Foi lançado na manhã de sábado (10), no pavilhão B do Parque Municipal de Eventos, durante a realização da segunda edição do Jaraguá MIX, o Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos – Rota Serra. A iniciativa é da Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços e Turismo, juntamente com o Colegiado de Turismo da Amvali.

O trajeto do Circuito Vale dos Encantos soma 250 quilômetros, previstos para serem percorridos em cinco dias, pelos municípios de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Corupá e Schroeder. Vale lembrar que o Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos começou a ser desenhado em novembro de 2017.

O prefeito de Massaranduba e presidente da Amvali, Sésar Tassi, o prefeito de Corupá, João Carlos Gottardi, o vice-prefeito Udo Wagner, deputado Vicente Caropreso, secretários de Turismo e profissionais ligados ao esporte e ao cicloturismo prestigiaram o lançamento. O Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos tem duas rotas: Serra e Mar, contemplando todas as cidades da microrregião.

Na Rota Serra estão inseridos Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Corupá e Schroeder e na Rota Mar – Barra Velha, São João do Itaperiú, Massaranduba, Guaramirim e Jaraguá do Sul.

O diretor de Turismo da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Marcelo Schiochet Nasato, fez a apresentação do Circuito e disse que a definição demandou muitos estudos e levantamentos que consideraram, entre outros, aspectos como geografia, estrutura, entre outros.

A Rota Serra está finalizada, segundo Marcelo, podendo ser cumprida entre quatro e sete dias. São 250 km e 1.411 metros de altimetria, considerado de desafio e dificuldade média. A sugestão dos dias são: Jaraguá-Schroeder, Schroeder-Guaramirim, Guaramirim-Massaranduba, Massaranduba-Parque Malwee, Parque Malwee-Corupá, Corupá-Parque das Águas e Parque das Águas-Jaraguá do Sul.

Rotas também oferecem opções únicas de desafios

A Rota Mar, ainda não está finalizada, mas será tão importante quanto a Rota Serra, como opção aos cicloturistas. De acordo com o diretor de Turismo da Prefeitura, Marcelo Nasato, o Circuito Vale dos Encantos conta com diferenciais que outras rotas no Brasil não dispõem, que são desafios de subidas para aqueles que queiram se aventurar.

São eles o do Morro das Antenas (Boa Vista), Ribeirão Manso (Jaraguá/Campo Alegre), Rio do Júlio (Schroeder/Joinville), Morro do Garrafão (Corupá), Morro Santo Anjo (Massaranduba) e a Boca da Barra, em Barra Velha. No lançamento foram homenageados os envolvidos no projeto, como o grupo técnico que participou na elaboração do roteiro e também as Prefeituras, pelo apoio dado na concretização da iniciativa.

O presidente da Amvali, Sésar Tassi, louvou o projeto e o grupo envolvido, destacando a importância do cicloturismo como atividade que movimenta a economia e gera empregos. O deputado Vicente Caropreso também elogiou a criação do Circuito e o retorno que trará aos municípios envolvidos. Ele anunciou emenda de R$ 100 mil solicitado pelo Colegiado de Turismo da Amvali, para a sinalização das rotas cicloturísticas.

Capacitação para receber cicloturistas

Uma nova etapa da capacitação aos empreendedores da microrregião envolvidos no Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos, que serão os responsáveis para dar suporte aos cicloturistas em seus roteiros pelo Vale foi realizado na sede da Amvali, envolvendo 55 participantes, entre operadores de turismo de aventura, proprietários de hotéis, pousadas, restaurantes e pesque pagues, ministrado por Cleiton Dias, da AK3 Turismo, de São Bento do Sul.

No conteúdo foram abordadas informações a serem repassadas aos ciclistas nos pontos de apoio, assim como dicas para proporcionar infraestrutura, conforto, alimentação e segurança aos que apreciam esse tipo de modalidade, voltada ao ecoturismo. Em resumo, orientações para que os prestadores de serviço do setor possam disponibilizar tudo o que for necessário aos ciclistas e suas companheiras de jornada: as bicicletas.

O trabalho da AK3 começou com o levantamento do potencial para o cicloturismo, em novembro de 2017, seguido do mapeamento e culminando com a capacitação aos proprietários de empreendimentos. Dos 1.700 quilômetros mapeados, foram definidos 250 quilômetros ao Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos – Rota Serra.

Ainda de acordo com Cleiton Dias, também foi criada a Rota Mar, de 250 quilômetros, por Jaraguá do Sul, Barra Velha, São João do Itaperiú e Massaranduba, passando por Luís Alves. “Esses circuitos estão interligados com o Circuito das Araucárias, Vale Europeu e Costa Verde Mar, totalizando mais de 1.500 quilômetros de circuitos mapeados, agregando outros circuitos. Um circuito divulga o outro”, disse. 

Notas

Formigas atacam árvores recém-plantadas e Kassner volta a cobrar Plano de Arborização

O vereador Anderson Kassner (PP), na sessão desta terça-feira (19), mostrou fotos de pés de Extremosa recentemente plantados na Rua Feliciano Bortolini no bairro Barra do Rio Cerro. Porém ele adverte que o plantio foi realizado sem planejamento e, por conta disso, as árvores foram atacadas por formigas. “Dinheiro jogado fora”, adverte.

Kassner afirma que é preciso que a Prefeitura de Jaraguá do Sul elabore o mais rápido possível o Plano de Arborização para determinar onde, quando e o que pode ser plantado. O vereador também alertou que outras árvores foram atacadas em vários pontos da cidade, como no Parque Tecnológico no bairro Três Rios do Sul onde mais de 40 pés de Manacás sofreram com a ação das formigas.

Kassner ainda reforça que é preciso também contratar uma empresa para cuidar dessas árvores, para que elas não estraguem e o município não tenha que ficar reinvestindo e desperdiçando recursos com o replantio del

Samae implanta ramal de esgoto na Rua José Narloch - O Samae iniciou ontem (18), mais uma obra para de implantação de rede de coleta com o objetivo de cumprir a meta de atingir os 90% de tratamento de esgoto sanitário no município em 2020. A implantação da rede e os ramais que ligam às residências na Rua José Narloch vai acontecer por um período de aproximadamente duas semanas – dependendo das condições climáticas –, num trecho de 800 metros entre as Ruas Afonso Benjamin Barbi e Dorval Marcatto. As intervenções devem ser no horário das 7h30 às 17h, período em que o trânsito fluirá em meia pista. Motoristas poderão utilizar desvios pelas Ruas Francisco Hruschka e Adelina Klein Ehlert. Após a conclusão das obras, a rua será repavimentada pela Prefeitura.

Prefeitura vai adquirir novo lote de estufas à agricultura familiar - A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Abastecimento, por meio do Fundo Municipal de Incentivo ao Desenvolvimento Rural e Agricultura, lançou edital para registro de preços para seleção de propostas à aquisição de conjuntos de abrigos para produção agrícola (estufas) ao longo de 12 meses, destinados para incentivo à agricultura familiar de Jaraguá do Sul. Os envelopes com a documentação e as propostas devem ser entregues até o dia 27 de novembro. O valor máximo do orçamento é R$ 401.950,00. O Município vai adquirir várias unidades de abrigo para produção agrícola, com tamanhos diferentes e sistema de gotejamento para os canteiros, inclusive a cobertura. É o chamado cultivo protegido. Lançado em 2017, o Projeto Cinturão Verde é dividido em etapas. Já foram entregues estufas em 2018 e 2019 de tamanhos variados. Os participantes recebem capacitação, orientação e assistência técnica quanto a questão do plantio, do cultivo e a colheita. E também a organização do grupo de produtores.

Eleitos, Machado e Demarchi vão dirigir o IFSC Centro e Rau - O professor José Roberto Machado foi eleito diretor-geral do Campus Jaraguá do Sul-Centro. O novo diretor teve 419 votos de alunos, 17 votos de técnicos-administrativos e 37 de docentes, conquistando 52,82% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou o candidato Élson Quil Cardozo, que somou 121 votos discentes, 24 votos de técnicos e 11 professores, alcançando 29,58% dos votos válidos. Servidores e estudantes participaram da votação realizada na quarta-feira, dia 13 de novembro. No IFSC Campus Rau, o candidato Delcio Luís Demarchi foi eleito o diretor-geral obtendo 57 votos de alunos, 23 votos de técnico-administrativos e 28 de docentes, conquistando 37,01% dos votos válidos. Por uma margem bastante pequena ele ficou à frente do candidato Gerson Ulbricht, que somou 39 votos discentes, 12 votos de técnicos e 26 professores, alcançando 36,90% dos votos. O resultado oficial foi divulgado na página oficial das eleições. A homologação do resultado deverá ocorrer no dia 16 de dezembro. A homologação é dada pelo Conselho Superior do IFSC. O mandato deverá iniciar em abril de 2020

Vereador defende grupo de brigadistas para escolas e creches - A necessidade de mais atenção quanto à segurança nas Escolas e Centros de Educação Infantil, no que se refere à prevenção de incêndios e outras possíveis ocorrências semelhantes, foi levantada na Câmara. Gruner mencionou a possibilidade de organização de um trabalho com medidas preventivas nas unidades educacionais. “Em caso de incêndio em uma escola, que atitudes devem ser tomadas pelos professores? Temos que criar mecanismos para que as pessoas possam ficar seguras”, ponderou, acrescentando que vai encaminhar ao Executivo uma indicação, com minuta de projeto, para criação de grupo de brigadistas para atender escolas com trabalhos de orientação e simulados de ocorrências. “A prevenção é a melhor arma”, alertou. Segundo Gruner o assunto foi debatido durante uma reunião com munícipes, em seu gabinete.

Agenda

Ver todos