Esportes,Eventos

Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos agora é realidade

Foto: Divulgação

Flávio José Brugnago

Flávio José Brugnago é Editor chefe do JDV e na bagagem carrega mais de 40 anos de profissão. 

Foi lançado na manhã de sábado (10), no pavilhão B do Parque Municipal de Eventos, durante a realização da segunda edição do Jaraguá MIX, o Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos – Rota Serra. A iniciativa é da Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio, Serviços e Turismo, juntamente com o Colegiado de Turismo da Amvali.

O trajeto do Circuito Vale dos Encantos soma 250 quilômetros, previstos para serem percorridos em cinco dias, pelos municípios de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Corupá e Schroeder. Vale lembrar que o Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos começou a ser desenhado em novembro de 2017.

O prefeito de Massaranduba e presidente da Amvali, Sésar Tassi, o prefeito de Corupá, João Carlos Gottardi, o vice-prefeito Udo Wagner, deputado Vicente Caropreso, secretários de Turismo e profissionais ligados ao esporte e ao cicloturismo prestigiaram o lançamento. O Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos tem duas rotas: Serra e Mar, contemplando todas as cidades da microrregião.

Na Rota Serra estão inseridos Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Corupá e Schroeder e na Rota Mar – Barra Velha, São João do Itaperiú, Massaranduba, Guaramirim e Jaraguá do Sul.

O diretor de Turismo da Prefeitura de Jaraguá do Sul, Marcelo Schiochet Nasato, fez a apresentação do Circuito e disse que a definição demandou muitos estudos e levantamentos que consideraram, entre outros, aspectos como geografia, estrutura, entre outros.

A Rota Serra está finalizada, segundo Marcelo, podendo ser cumprida entre quatro e sete dias. São 250 km e 1.411 metros de altimetria, considerado de desafio e dificuldade média. A sugestão dos dias são: Jaraguá-Schroeder, Schroeder-Guaramirim, Guaramirim-Massaranduba, Massaranduba-Parque Malwee, Parque Malwee-Corupá, Corupá-Parque das Águas e Parque das Águas-Jaraguá do Sul.

Rotas também oferecem opções únicas de desafios

A Rota Mar, ainda não está finalizada, mas será tão importante quanto a Rota Serra, como opção aos cicloturistas. De acordo com o diretor de Turismo da Prefeitura, Marcelo Nasato, o Circuito Vale dos Encantos conta com diferenciais que outras rotas no Brasil não dispõem, que são desafios de subidas para aqueles que queiram se aventurar.

São eles o do Morro das Antenas (Boa Vista), Ribeirão Manso (Jaraguá/Campo Alegre), Rio do Júlio (Schroeder/Joinville), Morro do Garrafão (Corupá), Morro Santo Anjo (Massaranduba) e a Boca da Barra, em Barra Velha. No lançamento foram homenageados os envolvidos no projeto, como o grupo técnico que participou na elaboração do roteiro e também as Prefeituras, pelo apoio dado na concretização da iniciativa.

O presidente da Amvali, Sésar Tassi, louvou o projeto e o grupo envolvido, destacando a importância do cicloturismo como atividade que movimenta a economia e gera empregos. O deputado Vicente Caropreso também elogiou a criação do Circuito e o retorno que trará aos municípios envolvidos. Ele anunciou emenda de R$ 100 mil solicitado pelo Colegiado de Turismo da Amvali, para a sinalização das rotas cicloturísticas.

Capacitação para receber cicloturistas

Uma nova etapa da capacitação aos empreendedores da microrregião envolvidos no Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos, que serão os responsáveis para dar suporte aos cicloturistas em seus roteiros pelo Vale foi realizado na sede da Amvali, envolvendo 55 participantes, entre operadores de turismo de aventura, proprietários de hotéis, pousadas, restaurantes e pesque pagues, ministrado por Cleiton Dias, da AK3 Turismo, de São Bento do Sul.

No conteúdo foram abordadas informações a serem repassadas aos ciclistas nos pontos de apoio, assim como dicas para proporcionar infraestrutura, conforto, alimentação e segurança aos que apreciam esse tipo de modalidade, voltada ao ecoturismo. Em resumo, orientações para que os prestadores de serviço do setor possam disponibilizar tudo o que for necessário aos ciclistas e suas companheiras de jornada: as bicicletas.

O trabalho da AK3 começou com o levantamento do potencial para o cicloturismo, em novembro de 2017, seguido do mapeamento e culminando com a capacitação aos proprietários de empreendimentos. Dos 1.700 quilômetros mapeados, foram definidos 250 quilômetros ao Circuito de Cicloturismo Vale dos Encantos – Rota Serra.

Ainda de acordo com Cleiton Dias, também foi criada a Rota Mar, de 250 quilômetros, por Jaraguá do Sul, Barra Velha, São João do Itaperiú e Massaranduba, passando por Luís Alves. “Esses circuitos estão interligados com o Circuito das Araucárias, Vale Europeu e Costa Verde Mar, totalizando mais de 1.500 quilômetros de circuitos mapeados, agregando outros circuitos. Um circuito divulga o outro”, disse.